Imagens

M18 | Visita de médico | Por: Deusa Isthar

 

 

Acordei a pensar que estavas a bater à minha porta e que a tua visita de médico ia começar. Fui tomar banho e juntaste-te a mim e começaste a passar-me a esponja cheia de espuma por todo o meu corpo enquanto beijavas minha boca exigindo paixão, entrega, tesão… Depois, ajudaste a tirar toda a espuma do meu corpo apenas com as mãos, fazendo paragens estratégicas nos meus seios duros e nos meus biquinhos já entesoados com tanta vontade de te sentir. Sem deixares de me beijar, desces a tua mão direita para o meu clitóris e começas uma pequena massagem dedal que me leva logo ao rubro…contorço-me toda com aquela sensação louca de prazer e tu não páras. Desces, sobes, Desces, sobes, e entras sorrateiramente dentro de mim. Continuar a lerM18 | Visita de médico | Por: Deusa Isthar

E dizia eu…

Acho que a minha alma não estava ali, saiu do corpo parar me “mirar” de fora.
Estava apenas o meu corpo e as minhas vontades que eram tantas !

Sentia-me encantada….. se é que ainda seria possível isso!
O buraco vazio que tinha em mim era tão grande e a tua subtileza disfarçada na tua habitual postura, preencheu-o na perfeição !
Nem me apercebi!
Foi sem contar, foi mágico, foi acontecendo!
Deixei fluir, fui deixando, eu gosto de sorrir, de conversar com quem saiba conversar!
Deixei andar, senti que estava a gostar, também te senti gostar! Continuar a lerE dizia eu…

Que gozo me deu ouvir-Te “ÉS MINHA!”

CONTO ERÓTICO M|18 🔞

Tiveste um dia cheio de reuniões e formações,
ao final do dia um jantar…

Ficou combinado eu ir ter contigo a Lisboa, ao hotel onde estavas hospedado!
Quero-te longe de tudo e todos … só meu!
O Jantar alongou-se demais … comecei a achar que teria feito a viagem em vão,
tão raro conseguir uma saída assim do meu mundo para vir ao teu!
Finalmente, quase meia noite e ligas a dizer que estás despachado!
A minha voz tensa apenas diz que venhas a voar, ter comigo ao Hotel! Continuar a lerQue gozo me deu ouvir-Te “ÉS MINHA!”

Ilusões ??!?

Quer queiramos ou não, somos assim, básicos e agarrados a sentimentos que passamos a vida a negar…
talvez com receio de sermos considerados “seres fracos”,
pelo simples facto de sentirmos demais!

Agarramos-nos com tudo o que temos e alimentamos as nossas ideias e fantasias de esperanças sobre algo que às vezes nem tem razão de ser e outras vezes é das poucas razões de viver!
Alimentamos-nos de amores inexistentes e de palavras que nos dizem muito ou não nos dizem nada, mas acreditamos no que nos chega de genuíno porque somos assim… genuínos também!

Criam-se ideias e vontades, ilusões e mais ilusões, pra fugir da realidade que nos quebra e que nos destrói pouco a pouco, todos os dias.

Será que são mesmo ilusões?!
Ou será que dizer que são ilusões é uma forma de disfarçar algum fracasso ou aliviar alguma dor ??

©My Sighs 2017 #69Letras

…O tal defeito meu !

Foi um deslize,
Uma fraqueza comum,acontece!
Não devia ter-Te falado tanto…
E tão de dentro!
(o tal defeito meu,falo demais)

Deveria ver com mais atenção a própria atenção!
Deixar de brincar às fases e usar apenas as minhas frases!
Foi um deslize…
Como muitos que acontecem sobre determinados erros de linguagem e interpretação!
Como muitos que são propositados para usar o nome “deslize” e são actos de maldade…

Foi um deslize, uma fraqueza, uma lacuna …
Erro crasso meu…
Que guardo, confortada, com os sorrisos que causa …
E que não me intimidam ou fragiliza…
tornam-me mais forte no caráter de Mulher que sei que sou, …mais Eu!
Porque sim, sou… um “Eu Humano” e sem medo de mostrar falhas…

Não faltam deslizes, por aí, camuflados!
Com medos tão absurdos que se mostram ser quem não são nem nunca o foram!
Um dia eu, algum dia tu, todos os dias outros …
Com os nossos deslizes…
Que fazem parte da aprendizagem da vida!

©My Sighs 2017 #69Letras

Prometo não causar distúrbios nem fazer barulho

Já foram tantas as vezes que disse adeus e vi partir que já me deveria ter acostumado com as separações, mas parece que cada vez me custa mais deixar ir quem me ilumina. Talvez por já ter perdido tanto e por tanto tempo estar encoberta pelas nuvens que quando chega a luz agarro-me a ela tal estrela que guia meu corpo perdido meio sem vida.
Cada nesga de luz uma faísca no olhar,
Teu sorriso poesia
Teu corpo peça de arte oleada pelas minhas pequenas mãos
Teu calor a satisfação expansiva que num gesto de preguiça se estica todo para te acolher,
Teu toque a eletricidade que ocupa cada veia viajando pelo meu corpo descarregando no meu coração toda a tua magnitude.
Não me deveria importar dizer adeus mais uma vez mas quantas mais despedidas terei de passar
até alguém ficar
e no seu colo me acolher?
 
Deixa-te ficar,
só te quero iluminar,
retribuir os sorrisos que me provocas!
Prometo não fazer distúrbios
nem barulho,
subirei simplesmente em ti,
leve
e liberta
apenas para me fundir no teu respirar.
 
 
Autora:© 👠Cátia Teixeira, Vizinha 69 Letras 2017
 
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de agosto – Código do Autor

 


Acompanha o meu trabalho e o meu dia a dia na minha página do facebook!

Visita e faz LIKE           Aqui

Será que Te queres em mim assim ?

Será que Te queres em mim assim ?

Não brinco com palavras…,
brinco com letras , faço-as ser o movimento dos meus desejos!
Mas a palavra não !
Essa vale muito e deve ser honrada! Continuar a lerSerá que Te queres em mim assim ?