Arquivo de etiquetas: X EROS PORTO

Casal exibicionista português é estrela da área Swinger | ErosPorto

Eros Porto vai ter camas e gloryhole para casais

 

▪ Zona com camas, labirinto com gloryhole e quarto escuro comunitário são alguns dos espaços temáticos da área Swinger do Salão Erótico do Porto, que tem lugar de 9 a 12 de março, na Exponor. 

 

Neste espaço realizam-se as atividades mais hard do evento, como sexo em grupo, gangbang, ménage à trois, troca de casais e bi-feminino, entre outras. 

 

A área Swinger é dirigida por Carlakinky e Mr. Guéu, um casal exibicionista português, proprietário de um dos maiores espaços de swing no país. 

 

Conhecido vulgarmente por troca de casais, na realidade o swing é composto de várias modalidades, em que uns preferem observar e outros serem vistos por terceiros durante o relacionamento sexual. Há o intercâmbio suave ou “soft swing”, que consiste em beijar, acariciar ou ter sexo oral com uma terceira ou quarta pessoa, e o “full swap” ou “hard swing”, em que são permitidas as relações sexuais com outro, para além do parceiro(a).

 

Na edição em que celebra 10 anos, o Eros Porto – Salão Erótico do Porto, a ter lugar de 9 a 12 de março, na Exponor, vai dar espaço a todas estas modalidades, recriando o ambiente de um verdadeiro clube de swing, com diversas zonas temáticas. Destaque para uma área com camas, que desafia os casais liberais a realizar as suas fantasias sexuais mais íntimas; um labirinto com gloryhole, em que as paredes apresentam pequenos orifícios onde os homens podem “oferecer” o seu órgão sexual a quem se encontra do lado contrário; e um quarto escuro comunitário, onde a visão é o único dos sentidos não permitido.

 

Ao longo dos quatro dias do Salão Erótico do Porto, a área Swinger recebe diferentes atividades para todos os gostos, como sexo em grupo, gangbang – termo que designa o ato sexual envolvendo uma mulher e vários homens -, ménage à trois, troca de casais e bi-feminino. O público pode ainda assistir a bukakes – uma forma oriental de prazer usada há milénios que consiste na masturbação de dois ou mais homens que ejaculam depois na face de uma ou mais mulheres -, a gravações de cenas de filmes para adultos e até participar nos castings para casais e mulheres que desejem ser atores.

 

Rainha portuguesa do dogging

Carlakinky e Mr. Guéu, responsáveis pela Área Swinger do X Eros Porto, são casados há 12 anos e tiveram as primeiras experiências swingers na praia da Fonte da Telha e no Parque do Trancão, de início apenas enquanto exibicionistas, depois também com um papel ativo na interação com voyeurs “singles” e casais. “Ser swinger nasce com as pessoas e por isso não deve existir oposição de nenhum dos intervenientes”, explica Carlakinky, que desde a adolescência se imaginou a entrar em cenas de sexo.

 

Foi durante as suas experiências no Parque do Trancão que Carlakinky ficou conhecida como a rainha portuguesa do dogging, termo que designa o sexo consentido em locais públicos com assistência ou participação de outros. “Sou fanática por dogging. Houve uma ocasião em que no Trancão estive com 39 homens ao mesmo tempo. Como até então se tratava de uma proeza, começaram a chamar-me de rainha do dogging”.

 

Em 2006, o casal visitou as feiras eróticas de Lisboa e Barcelona a convite dos responsáveis pela área Swinger. “Foi aí que agarrei a oportunidade de fazer sexo ao vivo, um sonho que tinha desde muito cedo”, afirma Carlakinky. Depressa viraram frequentadores assíduos dos vários certames eróticos europeus, sendo intervenientes ativos nos espetáculos das áreas dedicadas aos casais liberais.

 

Há cerca de 10 anos decidiram explorar o mundo do cinema para adultos. Segundo Mr. Guéu, “começamos por entrar em produções amadoras para sites estrangeiros, a ser frequentemente convidados para animar festas swingers e a realizar shows de sexo ao vivo em discotecas, festas de despedida de solteiro e em outros eventos. Trabalhámos com produtoras como a JackieetMichel, Erica Fontes, Sá Leão e Spicy Lab, para além de outras que já não existem”.

 

Atualmente o casal é proprietário de um dos mais importantes clubes de swing em Portugal. O Afrodita, em Alenquer, tem mesmo a maior área de convívio swinger no nosso país e é um conceito baseado nos clubes do Norte da Europa, ou seja, tudo se realiza em “open space”. Para Carlakinky, este conceito implica “valorizar o nosso parceiro (a) de forma mais intensa e possibilitar a realização das fantasias e desejos mais obscuros, transformando a vida dos casais numa grande aventura de sensualidade, erotismo, paixão e então… muito sexo”.


 

O Eros Porto 2017

 O Eros Porto – Salão Erótico do Porto, que se realiza de 9 a 12 de março, na Exponor, é o maior evento erótico português e um dos maiores da Península Ibérica e Europa. Em destaque estão as mais recentes tendências e novidades, nacionais e internacionais, das áreas do erotismo e da sexualidade, não só em termos de práticas sexuais, produtos e serviços, como também de espetáculos e de artistas.

 

Neste certame, que conta com diversas áreas como Porno Educativo, Estúdio de TV em Direto, Zona VIP, Swinger, Extasia, HotGay, BDSM, Aula e Arte, para além de inúmeras atividades dirigidas às mulheres, participam mais de 130 artistas nacionais e internacionais, provenientes de vários países, com destaque para Portugal, Espanha, Itália e Hungria. Todos os protagonistas, entre atrizes, strippers, pole dancers, drag queens e transformistas, podem ser vistos em 14 palcos e áreas privadas em espetáculos contínuos.

Tatuar para apagar as marcas do cancro da mama |Novidades ErosPorto

Eros Porto explica tudo sobre tatuagem mamária reconstrutiva

 

 

Depois de uma mastectomia, sabia que a tatuagem pode ajudar a devolver à mama a beleza original e a melhorar a auto-estima das mulheres?

 

Esse é o objetivo de “Tatuagem Mamária Reconstrutiva”, um projeto inovador lançado por um tatuador e uma enfermeira portugueses.

 

O projeto vai estar presente e integra a componente educativa e de sensibilização do X Eros Porto – Salão Erótico do Porto, a par das questões da sexualidade e do VIH/SIDA.

 

Sérgio Carvalho é tatuador há mais de 20 anos e há cerca de 10 começou a utilizar a tatuagem para ajudar mulheres mastectomizadas a quem o cancro deixou marcas. Recentemente, em conjunto com a enfermeira Ana Lopes, lançou o projeto “Tatuagem Mamária Reconstrutiva”.

 

Para sensibilizar as mulheres e explicar como se realiza o processo, o projeto vai estar no Eros Porto – Salão Erótico do Porto, integrado nos conteúdos educativos do certame, que abrangem ainda diversos temas da sexualidade e o do VIH/SIDA.

 

Segundo conta Sérgio Carvalho, do estúdio Wildbuddhatattoo, de Matosinhos, “tudo começou numa conversa com um amigo, o cirurgião plástico Francisco Campos, entretanto falecido, que desejava um projeto novo para lidar com as cicatrizes da mastectomia”. Em conjunto, “tentamos tapar cicatrizes e obtivemos bons resultados”. A partir daí foi um passo para os médicos começarem a aconselhar o processo às pacientes como finalização do processo de tratamento contra o cancro da mama.

 

Uma em cada 11 mulheres em Portugal vai ter cancro da mama ao longo da vida, segundo o documento “Causas de morte em Portugal e Desafios na Prevenção – Acta Médica Portuguesa Março/Abril 2012”. Trata-se do tipo de carcinoma com maior taxa de incidência em Portugal, com mais de seis mil novos casos a cada ano, um número com tendência crescente. Cerca de 1500 portuguesas morrem anualmente vítimas de cancro da mama, a principal causa de morte precoce (antes dos 70 anos) na população feminina.

 

Pigmentação com recurso à tatuagem

De acordo com Ana Lopes, enfermeira com experiência no acompanhamento de mulheres mastectomizadas, “após o diagnóstico e tratamento, é afinada a estética mamária com a recriação da região areolomamilar. Nem sempre a aréola e mamilo são preservados na mastectomia. De forma geral, o mamilo é reconstruído com pele do próprio local e a aréola com enxerto de pele da região inguinal. No final, a pigmentação da aréola é realizada com recurso à tatuagem”.

A tatuagem é assim aqui entendida como finalização do processo e de melhoria da auto-estima, mantendo a simetria e estética da mama, e é sempre realizada na máxima privacidade. “Quando faço este tipo de trabalho, tenho consciência que não estou a tatuar um cliente comum, mas sim alguém especial, mulheres a quem chamo de “guerreiras”. Sei que passaram por muitas cirurgias, que se encontram muito afetadas e na última fase de um longo processo”, explica o tatuador que diz sentir-se “importante” quando, depois da tatuagem, sente o sorriso, as lágrimas e o abraço destas mulheres.

 

Para Ana Lopes, “a tatuagem mamária reconstrutiva deveria mesmo ser comparticipada pelo Serviço Nacional de Saúde porque em termos de auto-estima é o último passo. Deveria constar do planeamento de tratamentos e encerramento do processo”.

 

 

 


O Eros Porto 2017

O Eros Porto – Salão Erótico do Porto, que se realiza de 9 a 12 de março, na Exponor, é o maior evento erótico português e um dos maiores da Península Ibérica e Europa. Em destaque estão as mais recentes tendências e novidades, nacionais e internacionais, das áreas do erotismo e da sexualidade, não só em termos de práticas sexuais, produtos e serviços, como também de espetáculos e de artistas.

 

Neste certame, que conta com diversas áreas como Porno Educativo, Estúdio de TV em Direto, Zona VIP, Swinger, Extasia, HotGay, BDSM, Aula e Arte, para além de inúmeras atividades dirigidas às mulheres, participam mais de 130 artistas nacionais e internacionais, provenientes de vários países, com destaque para Portugal, Espanha, Itália e Hungria. Todos os protagonistas, entre atrizes, strippers, pole dancers, drag queens e transformistas, podem ser vistos em 14 palcos e áreas privadas em espetáculos contínuos.

Eros Porto lança nova estrela gay portuguesa| Noticias

Eros Porto lança nova estrela gay portuguesa

 

O X Eros Porto, que se realiza de 9 a 12 de março, marca a estreia de uma nova estrela portuguesa do cinema gay para adultos. Lucas Jesus é aveirense, tem 25 anos e vive há alguns anos na Alemanha.

O ator estreante faz parte do elenco da HotGay, a área LGB do Salão Erótico do Porto, que este ano, pela primeira vez, conta também com espetáculos lésbicos.

Performances eróticas e sexuais, quarto escuro, bukakes, massagens e artigos para este público são outros ingredientes da HotGay que tem como porta-voz o ator português Fostter Riviera.

 

Para Lucas Jesus tudo começou precisamente no Eros Porto 2016, quando aceitou o desafio de Fostter Riviera para participar em alguns espetáculos da HotGay, a área LGB do Salão Erótico do Porto, dirigida pelo jornalista espanhol Carlos Resa. Passado um ano, regressa já com o estatuto de estrela, junto de artistas bem conhecidos, como Abraham Montenegro, Rafa Marco, Javi Velaro, Jonathan Stick e do também português Fostter Riviera, porta-voz da HotGay.

 

Natural de Aveiro, Lucas Jesus é formado em Hotelaria, tem 25 anos e mudou-se há quatro para Colónia, na Alemanha, onde trabalha num dos melhores restaurantes da cidade. Por agora pode ser visto apenas em vídeos caseiros que realizou com amigos mas os convites para as grandes produções já começaram a chegar. Confessa-se “viciado em sexo”, pelo que na vida de ator porno o que mais gosta é de “conhecer novas pessoas e fazer sexo com diferentes parceiros”.

 

A área HotGay do Salão Erótico do Porto, que se realiza de 9 a 12 de março, na Exponor, acolhe diversos espetáculos eróticos e porno, nos quais se incluem os trios bissexuais entre dois atores e uma atriz, orgias, fistings, BDSM e também pole dance, uma das disciplinas artísticas que nunca falta, novamente entregue a Jonathan Stick, um dos melhores pole dancers ibéricos. E a pensar no público lésbico, pela primeira vez nesta área, realizam-se ainda shows exclusivamente no feminino, completando a oferta para todas as orientações sexuais diferentes da heterossexual.

 

Castings para novos atores

Para quem quer enveredar pela carreira do cinema gay para adultos o Eros Porto é uma oportunidade. Durante o certame realizam-se castings na sexta-feira, dia 10, e sábado, dia 11 de março, durante todo o dia.

 

Para participar, os interessados podem apresentar-se diretamente no local, durante o evento, ou enviar previamente um e-mail para hotgayerosporto@gmail.com, indicando “casting” no assunto, com os dados pessoais (nome, orientação sexual, idade, altura, morada, telefone e e-mail) e quatro fotografias em boa resolução, uma de rosto e três de corpo nu.

 

Entrevista pessoal, curta sessão fotográfica e uma prova com preservativo em palco, à vista do público, fazem parte do processo de seleção. Todos os selecionados serão propostos a produtoras de cinema.

 

 

Bukakes, massagens e quarto escuro

Os bukakes – um estilo de prática de sexo em grupo – despertam sempre muita curiosidade do público do Eros Porto, pelo que regressam este ano à HotGay, tendo como ator principal Abraham Montenegro. Realizam-se na sexta-feira, dia 10, e sábado, dia 11 de março, à meia-noite, em espaço privado e de entrada gratuita.

 

Os visitantes podem ainda relaxar com massagens, com ou sem final feliz, e aventurarem-se no quarto escuro, onde, à exceção da visão, todos os sentidos são permitidos. Para além do quarto escuro, do palco e das áreas reservadas, a HotGay fica completa com diferentes stands com artigos para o público LGB.

 

Ser ponto de encontro para os profissionais do setor, promover a área do entretenimento adulto, lançar e apresentar novos artistas e oferecer ao público a melhor diversão são os objetivos da HotGay do Salão Erótico do Porto.

 

O Eros Porto 2017

O Eros Porto – Salão Erótico do Porto, que se realiza de 9 a 12 de março, na Exponor, é o maior evento erótico português e um dos maiores da Península Ibérica e Europa. Em destaque estão as mais recentes tendências e novidades, nacionais e internacionais, das áreas do erotismo e da sexualidade, não só em termos de práticas sexuais, produtos e serviços, como também de espetáculos e de artistas.

 

Neste certame, que conta com diversas áreas como Porno Educativo, Estúdio de TV em Direto, Zona VIP, Swinger, Extasia, HotGay, BDSM, Aula e Arte, para além de inúmeras atividades dirigidas às mulheres, participam mais de 130 artistas nacionais e internacionais, provenientes de vários países, com destaque para Portugal, Espanha, Itália e Hungria. Todos os protagonistas, entre atrizes, strippers, pole dancers, drag queens e transformistas, podem ser vistos em 14 palcos e áreas privadas em espetáculos contínuos.

Vencedor do passatempo – OFERTA 2 Bilhetes para o salão Erótico | ErosPorto

O Ricardo Silva é o vencedor do 10º passatempo da página 69 Letras

PARABÉNS!

Diverte-te e esperamos encontrar-te lá!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


E porque vocês são os melhores leitores do mundo e não podem ficar de fora daquele que é o maior salão erótico, temos dois bilhetes para oferecer ao vencedor/vencedora do passatempo!

O ErosPorto  celebra este ano 10 anos e regressa já em Março! É considerado um dos grandes eventos do Calendário Norte onde oferece tudo sobre

EROTISMO, SEXUALIDADE e ENTRETENIMENTO DE ADULTOS!

 

 

 

Este ano as novidades serão incontáveis

e o vencedor do passatempo não vai ficar de fora,

nem a 69Letras!

 

 

 

 

A 69Letras vai estar presente para vos contar TUDO no blog.  Mas, melhor que ler é estar presente! E pelas notícias que têm saído na imprensa, 69 Letras não serão suficientes para vos falar deste universo adulto que oferece espectáculos ÚNICOS E MEMORÁVEIS!

No X Eros Porto – Salão Erótico do Porto participa o maior número de artistas de sempre. São mais de 130 artistas nacionais e internacionais, provenientes de vários países, com destaque para Portugal, Espanha, Itália e Hungria. Todos os protagonistas, entre atrizes, strippers, pole dancers, drag queens e transformistas, podem ser vistos em 14 palcos e áreas privadas em espetáculos contínuos.

 

 

PARTICIPA NO PASSATEMPO E GANHA 2 BILHETES!

 

 

Também podes comprar o teu bilhete em: http://www.erosporto.com/

 

 

 


COMO PARTICIPAR:

Para ficar habilitado, o participante tem de:

1. Ter LIKE na página do Facebook da 69Letras
2. Fazer LIKE na página do Facebook do ErosPorto
3. Mencionar 3 amigos na caixa dos comentários na publicação em destaque da pagina 69 Letras
4. Partilhar ESTA publicação no mural com acesso público; (quantas mais vezes partilhares mais hipóteses tens de ganhar!)

5. O sorteio será feito no random.org o Random Sequence Generator, onde será colocado o numero de comentários existentes até ao fecho do passatempo ( dia 07/03/2016 ás 23h59m ) , onde será verificado qual o comentário que se encontra nessa posição.  Conforme exemplo em baixo.

randomorg

6.  O resultado é publicado através de um screenshot e anunciado na pagina 69 Letras. A contagem é feita por ordem crescente;

7.  Caso o perfil do vencedor não tenha cumprido com todos os pontos anteriormente estabelecidos (será feita a verificação), a 69Letras reserva-se no direito de passar o prémio para o segundo classificado e assim sucessivamente, até ser encontrado um vencedor;

8.   O vencedor será informado através de mensagem privada no facebook;. SOLICITA-SE A QUEM PARTICIPA QUE VERIFIQUEM A CAIXA DE MENSAGENS “OUTROS” NOS DIAS A SEGUIR AO FIM DO PASSATEMPO. 


DÚVIDAS OU QUESTÕES

Contacte-nos por mensagem privada no Facebook ou através de e-mail: blog@sessenta9letras.com

BOA SORTE

Amarna Miller, protagonista do vídeo que critica hipocrisias | ErosPorto Salão Erótico

 “Pátria” tornou-se viral e atingiu 20 milhões de visualizações só na primeira semana

Amarna Miller, protagonista do vídeo que critica hipocrisias

da sociedade espanhola, é convidada de honra do Eros Porto

 

 

Amarna Miller é a protagonista de um dos vídeos mais polémicos e virais dos últimos tempos em Espanha e não só, que alcançou logo na primeira semana mais de 20 milhões de visualizações.  

 

Em “Pátria”, a atriz e realizadora é a voz crítica das incoerências morais da sociedade espanhola em aspetos tão diversos como corrupção, aborto ou prostituição.

 

Miller é a convidada de honra do Salão Erótico do Porto 2017, onde dará uma palestra sobre “pornografia ética e feminismo”.

 

Odeia hipocrisias e por isso o papel que lhe foi reservado em “Pátria”, vídeo promocional do Salão Erótico de Barcelona 2016, certame da mesma organização do Eros Porto, assenta-lhe que nem uma luva. Famosa em Espanha, onde venceu o Prémio Ninfa 2014 para Melhor Atriz de Filmes para Adultos, Amarna Miller foi a protagonista de um dos vídeos mais polémicos e virais dos últimos tempos.

 

“Chamo-me Amarna Miller, sou atriz porno e nasci num país hipócrita…” é assim que se apresenta logo no início de “Pátria”, vídeo produzido pela agência catalã Vimena. Ao longo de pouco mais de um minuto, de olhar fixo e cabelos avermelhados, no centro da cena que recria a última ceia, Miller coloca a nu as incoerências morais da sociedade espanhola (e não só) nos mais diversos temas, como touradas, corrupção, aborto, prostituição, orientação sexual, imigração e até religião.

 

O impacto foi tal que “Pátria” alcançou um milhão de visualizações no YouTube, em apenas 24 horas, e mais de 20 milhões, em todas as plataformas, na primeira semana, tendo sido mesmo comentado e partilhado por políticos do país vizinho, como Pablo Iglésias e Iñigo Errejón, líderes do Podemos.

 

Amarna Miller vai estar no X Eros Porto – Salão Erótico do Porto, que se realiza entre 9 e 12 de março, na Exponor. Logo no primeiro dia do evento profere uma palestra sobre “pornografia ética e feminismo” no espaço “AULA”.

 

Psiconauta profissional

 

Mas afinal, quem é a convidada de honra do Eros Porto? Nascida em Madrid em 1990, Amarna define-se como “psiconauta profissional, alma livre e cidadã do mundo” e, tal como explica, “enquanto desordeno ainda mais a minha entropia existencial, trabalho como atriz e realizadora de filmes para adultos”. Atualmente grava para diferentes produtoras internacionais, pelo que a sua vida faz-se em constante movimento e em viagens por várias regiões do mundo.

 

Miller estudou Belas Artes, fundou uma produtora de conteúdo explicíto que dirigiu durante cinco anos e é autora frequente de artigos para diferentes publicações, nos quais revela um grande consciência política e social e de que são exemplo “Arte e censura nas redes sociais” (El País), “O corpo como ação política” (Vice Magazine), “Não percam tempo” (El Periódico de Cataluña), “O fracasso da democracia” (Tribus Ocultas), “A abelha que morreu na minha rodagem com Rocco Siffredi” (Playground Magazine) ou “O slut-shaming tecnológico, os problemas de ser uma pequena empresária na indústria pornográfica” (Gonzoo).

 

É ainda autora do livro de poesia “Manual de Psiconáutica”, lançado em 2015, no qual nos deixa espreitar para o interior de si própria, através de uma coleção de imagens cuidadosamente recolhidas e acompanhadas por uma série de textos sobre a atualidade ou o momento em que tirou essas fotografias. Confessa-se “viciada na adrenalina e em sair fora da zona de conforto” e adora antiguidades, gatos e propostas estranhas. Nos seus tempos livres planeia “como conquistar o mundo”.

 

O Eros Porto 2017

 

O Eros Porto – Salão Erótico do Porto é o maior evento erótico português e um dos maiores da Península Ibérica e Europa. Em destaque estão as mais recentes tendências e novidades, nacionais e internacionais, das áreas do erotismo e da sexualidade, não só em termos de práticas sexuais, produtos e serviços, como também de espetáculos e de artistas.

 

Neste certame, que conta com diversas áreas como Porno Educativo, Estúdio de TV em Direto, Zona VIP, Swinger, Extasia, HotGay, BDSM, Aula e Arte, para além de inúmeras atividades dirigidas às mulheres, participam mais de 130 artistas nacionais e internacionais, provenientes de vários países, com destaque para Portugal, Espanha, Itália e Hungria. Todos os protagonistas, entre atrizes, strippers, pole dancers, drag queens e transformistas, podem ser vistos em 14 palcos e áreas privadas em espetáculos contínuos.

Eros Porto, de 9 a 12 de março, na Exponor SALÃO ERÓTICO DO PORTO CELEBRA 10 ANOS

Eros Porto, de 9 a 12 de março, na Exponor

SALÃO ERÓTICO DO PORTO CELEBRA 10 ANOS

O Eros Porto – Salão Erótico do Porto celebra 10 anos em 2017, com uma edição especial que tem lugar entre 9 e 12 de março, na Exponor.

Porno Educativo, Estúdio de TV em Direto, Zona VIP com espetáculos exclusivos e um projeto de sensibilização na área do cancro da mama são algumas das novidades desta edição.

Mais de 200 mil pessoas visitaram o maior evento erótico português nos últimos nove anos, com destaque para o aumento contínuo do público feminino.

 

O Eros Porto chegou em 2007, cresceu ao longo dos anos, consolidou-se no calendário de grandes eventos a Norte e tornou-se no maior evento erótico português e um dos principais da Península Ibérica e do continente europeu. A X edição realiza-se entre 9 e 12 de março, na Exponor, e tem como porta-voz a conhecida atriz brasileira Dunia Montenegro.

Em destaque vão estar as mais recentes tendências e novidades, nacionais e internacionais, das áreas do erotismo e da sexualidade, não só em termos de práticas sexuais, produtos e serviços, como também de espetáculos e de artistas. A componente educativa tem sido constante e, em 2017, para além das questões da sexualidade e do VIH/SIDA, o certame acolhe um projeto na área do cancro da mama que pretende aumentar a autoestima das mulheres mastectomizadas.

E são precisamente as mulheres que estão na base do sucesso do Salão Erótico que contou com mais de 200 mil pessoas desde a primeira edição. Segundo Juli Simón, diretor do Eros Porto, “de todos os eventos eróticos internacionais, este é o que tem maior participação de mulheres. Isto é um orgulho para a organização porque significa que a oferta apresentada não é apenas atrativa aos homens”. Para a afluência crescente do público feminino contribui o facto “da mulher portuguesa viver com absoluta liberdade e normalidade a sua própria sexualidade”, explica Juli Simón, para quem existe ainda outro fator de êxito, “a variedade da oferta e a presença de todos os géneros sexuais”.

 

Aprender com o porno

O cinema adulto pode ser mais do que entretenimento, pode inclusive ter um papel importante no ensino e esclarecimento das questões da sexualidade. É com base nesta ideia, suportada por um projeto inovador de uma produtora espanhola, que surge nesta edição do Eros Porto uma nova área temática dedicada ao PORNO EDUCATIVO. Aqui combina-se formação sobre todo o tipo de temas relacionados com o sexo, tais como felação, orgasmo e squirting (ejaculação feminina), com demonstrações reais por atores e atrizes.

Também pela primeira vez, o Salão Erótico do Porto vai chegar a casa dos portugueses através do pequeno ecrã. O certame conta com um ESTÚDIO DE TV que vai assegurar transmissões em direto para os canais adultos por cabo da produtora nacional Hotgold. Os conteúdos produzidos em direto e todo o ambiente de um estúdio de TV de um canal para adultos vão estar acessíveis aos visitantes.

Já para os que desejem descontrair num ambiente mais intimista, o X Eros Porto inaugura uma ZONA VIP com um serviço de bar de qualidade. Nesta área é possível conhecer os melhores artistas dos vários palcos e áreas temáticas do evento e até assistir a pequenos shows exclusivos.

 

Sexo para todos

Porque o sexo é para todos, o Salão Erótico do Porto integra ainda outras áreas temáticas. Para os casais liberais ou simplesmente curiosos em explorar novos limites, a ÁREA SWINGER abrange as diferentes modalidades do swing – observação, ser observado e inclusão do outro ou outros no relacionamento sexual – e oferece as atividades hard do salão, como o gangbang, o glory hall ou o bukkake.

O lado mais esotérico da sexualidade, com base nos princípios tântricos, está na EXTASIA. Nesta área revelam-se os métodos, os rituais de iniciação e os ensinamentos espirituais para uma vida sexual plena. Promove-se a oportunidade dos casais explorarem o poder da continência amorosa na transformação do potencial sexual em energia capaz de conduzir a orgasmos múltiplos e ao estado de êxtase.

Com grande afluência não só da comunidade LGBT, como do público em geral pelos seus espetáculos únicos e versáteis, a HOTGAY volta a ter direção do produtor espanhol Carlos Resa e, como porta-voz, Fostter Riviera, o premiado ator gay português. Nesta área, para além dos castings para novos atores, realizam-se bukakkes, trios bissexuais entre dois atores e uma atriz, shows lésbicos, fisting, BDSM e pole dance, com a presença de artistas portugueses e internacionais.

Para os adeptos ou curiosos do Bondage, Dominação, Sadismo e Masoquismo, a ÁREA BDSM é de visita obrigatória. Liderada por Ama Monika, conhecida como uma das melhores dominadoras europeias, esta área é dedicada aos jogos entre dominadoras e dominados com recurso a chicotes, correntes, cabedal, jaulas e até à suspensão pelos órgãos genitais.

O Eros Porto conta ainda com as áreas AULA, onde decorrem conferências, palestras, debates sobre os mais diversos temas relacionados com erotismo e sexualidade, para além da apresentação de livros; e ARTE, com especial ênfase na pintura e na escultura, mas aberta à participação dos artistas de todas as disciplinas que se queiram candidatar. Por todo o espaço estão ainda disponíveis ATIVIDADES PARA AS MULHERES, com destaque para o Concurso Anual de Striptease Masculino, cujo vencedor é escolhido pelo público feminino.

16473135_10154499438148198_8919692079315264088_n

A completar toda esta oferta, e para além da presença de massagistas masculinos e femininos, estão as tatuagens e piercings de Serginho da Wild Buddha Tattoo, conhecido tatuador dos jogadores de futebol e que traz este ano ao evento um novo projeto na área do cancro da mama. Ao longo dos quatro dias, o público pode ainda desafiar os seus próprios limites, através da participação nos vários concursos em palco.

No X Eros Porto – Salão Erótico do Porto participa o maior número de artistas de sempre. São mais de 130 artistas nacionais e internacionais, provenientes de vários países, com destaque para Portugal, Espanha, Itália e Hungria. Todos os protagonistas, entre atrizes, strippers, pole dancers, drag queens e transformistas, podem ser vistos em 14 palcos e áreas privadas em espetáculos contínuos.