Arquivo de etiquetas: writer

Have you met Krishna ?

Pequena.

Sou de instantes pequenos de longa intensidade.

Impulsiva, resposta rápida.

Língua afiada.

Sou uma pequena, que sonha sempre maior…e hoje estou aqui para vos dar a conhecer esse grande que vive dentro de mim.

Grandes sentimentos, grandes revoltas e reviravoltas.

Não se perguntem…como de algo tão pequeno sai tanta coisa grande?

Estou aqui para vos responder a isso, texto após texto…vivência após vivência partilhada convosco.

Por favor usem e abusem da vida.

Estamos cá para isso.

E que as minhas meras palavras façam sentido na vossa grande vida.

‘’have you met Krishna ?’’

Espero que conheçam e que gostem.

Krishna #69Letras

Beijos suculentos.

12417651_1646593018919762_8066356828620767550_n

Como posso esquecer
Teus beijos suculentos
Que me levaram a provar
O doce prazer ao luar.
Com o Tejo do nosso lado
O curso só podia ter sido um:
Porta aberta
Vestido levantado
E a tua tesão entalada.
Servida a entrada
Para trás ficou o céu estrelado
Com os corpos em rescaldo
Dançámos entusiasmados.
Ficou assim evidente
Que entre nós nasceu um desejo ardente.
Permanente.
A Vizinha #69Letras

I noticed a boner …

12717326_1660668527512211_6462463639215555653_n

Oh my… it sounds a real cliché but you had me on hello… you opened a huge and sincere smile I never saw before and dropped a sweet “hi… there you are”
Yes we talked about everything for hours trying to behave as we promised each other and to ourselves, but your eyes were burning in desire…
And me? Oh,I can’t even describe… shaky legs as I cross one over other trying to look sexy and put together, aroused niples longing for the feeling of your lips around them and a growing wetness between my thighs as I saw your lips moving…
Sun was setting in the beautiful public garden we chose to share a coffee and the colors of the sky were matching your effects on me…
We were getting dangerously closer and couldn’t resist to taste each other’s mouth…
At first just a taste… me, already lost in lust grabbed a good taste of your lower lip… you answered by exploring my upper lip with a shy tongue… “Good coffee yours!” we both mumbled as our eyes spoke kinky words and shared a growing fire…
I noticed a boner under the suit but decided to stay true to the propose of this (supposed to be) candid meeting.
I won’t deny how much I would like to hold on to that right there ignoring
everything else yet…
We said goodbye but not without a last kiss… a deeper one, an exploring one, an honestly orgasmic full body kiss… I can’t say how long it lasted, but your hands had already reached every place and mine were squeezing your gorgeous ass.
We’ll talk, right?… And see each other again, fur sure…
That was the last time we “behaved” around one another…

Scarlett

porque tudo o que sinto não cabe no segredo da minha alma

10169420_1386571251660417_2848001038432601246_n

Minha fotografia!
Escrevi ontem, escrevo hoje e escreverei amanhã, porque sou mil pessoas numa, porque sinto mil e uma coisas e sou apenas uma e porque em mim vive uma revolução de tempestades e dias de sol, pureza e devassidão, porque dentro de mim existem inúmeras personalidades e preciso de me arrumar.
E todos os dias pego na caneta. Todos os dias escrevo, não para tu leres, mas para mim, para arrumar as múltiplas pessoas que me compõem.
E sempre que nasce as vontade, tenho de a consumar. É um vicio ver as letras darem origem a uma palavra no papel, o acto é imediato. E se não for, as mãos transpiram e a mente enlouquece e o êxtase da-se na beleza de despir a tampa da caneta.
Escrevo quando tenho a dizer ou seja a toda a hora, porque sinto em todas as horas a todos os momentos e porque tudo o que sinto não cabe no segredo da minha alma e por isso partilho convosco, aqui no nosso canto #69Letras