Arquivo de etiquetas: vontades

Louco

Sim sou louco.
Perguntam-me tantas vezes o mesmo dizem me que és o veneno do pecado
que me enganas que és matreiro que estou cego e que não faz sentido levar essa vida
que traça meu destino apedrejam me tanto…
Perguntam-me como aguento tanta farsa, tanto desprezo se sou louco!,
mas eles não sabem… que os arranhões doem menos as mordidas
entre os beijos o grito no nosso leito sabe melhor o cheiro do queimar da pele da chama,
do húmido, do fervor eles não sabem…
©Bruxo 2017 #69Letras

Traquinices

Hoje acordei traquinas e com uns desejos insaciáveis, como dormimos nus facilita ainda mais as diabruras.
Toco suavemente as minhas mãos pelo teu corpo, sinto a tua pele a reagir, continuo até chegar ao meu destino.

Continuar a lerTraquinices

Desejos Negros

TEXTO ERÓTICO M|18 🔞🔞🔞🔞🔞🔞
Desejos negros é aqueles que eu hoje tenho,
Vestida para matar,
Vestida para dominar,
Sim, hoje quero-te levar ao limite e
quero que me faças alucinar de prazer 
De prazer contínuo,
Quero ouvir-te implorar para te cavalgar
sobre o teu elo,
Quero-te a gritar quando tiver atingir o orgasmo,
E as minhas unhas cravadas no teu peito.
Quero fazer de ti meu animal de estimação,
Vem!, Subjuga-te em cima de mim, 
Saboreia cada parte do meu corpo, 
Arranca-me uivos de prazer,
Morde-me os mamilos, faz-los ficar espetados e rijos,
Chupa-me o meu monte de Vénus,
Brinca com o meu Clitóris,
deixa-me sentir essa tua língua quente e húmida,
Isso!!!! Sim!!! Faz-me vibrar, 
Dá-me esse membro ainda erecto,
Introduzo-lo nesse vulcão em erupção,
Rasga-me toda, faz-me explodir
Bem fundo!! 
Grito quase atingir o meu limite,
Ordeno-te que atinjas o teu também,
Tentas me negar esse prazer,
Puxo-te para mim, mordo-te o lábio de desagrado,
Beijo-te sofregamente e cravo de novo as minhas unhas,
mas desta vez nas tuas costas.
Oiço-te gemer. Adoro!!!
Dá-me mais tesão!
Movimento os meus quadris de forma a contrariar
a tua vontade de me satisfazer.
Sou bem sucedida, oiço o teu grunhir de êxtase, 
em uníssono com o meu uivar.
Deixo o meu sorriso de diabinha surgir.
Desafio concretizado.
Deixo-te na confusão da cama, dispo-me lentamente,
vejo-te ainda a olhar para mim como um animal esfomeado
Provoco-te e sei que não resistes.
Dirijo-me para o duche e oiço os teus passo de cordeiro
atrás de mim.
Agarras-me na cintura e jogas-me contra a parece do chuveiro,
Vamos para outro round, 
Só que desta vez a dominação é tua…
©Lola 2017 #69Letras

Fogo

Este calor que teima não passar, que queima a minha pele e ferve a minha alma.
Este calor de verão que estimula ainda mais as nossas feronomas..
Não aguento!, preciso de arrefecer este fervor que o meu corpo tem.
Preciso descarregar esta chama no teu corpo.
Quero sentir todo o teu vigor dentro de mim.
Quero que sejas o rastilho para incendiar o que falta e o extintor para acalmar esta vontade louca.
Beija-me, toca-me, possui-me neste manto de areia, 
Deixa as ondas nos cobrirem aos olhos dos curiosos,
Mas deixa o mar ser testemunho do nosso amor, da nossa união carnal.
Preciso de ti, necessito de ti, 
Quero-te em mim…
©Lola 2017 #69Letras

Hoje é o dia?

Um dia vais ser meu!

Amanheço lentamente, ao som do bulício de uma cidade que desperta cheia de oportunidades e desejos, e não consigo deixar de te pensar.

Perco-me na criatividade dos teus passos nus e no gosto dos gestos meticulosamente calculados com os quais te preocupas somente para me agradar.

Deixo de me preocupar com a razão, ainda que não passe de um sonho meio acordado, e sigo pela via do coração, onde todos os toques, cheiros e sabores me levam a ti.

E acabo por me perder, levemente adormecida mas de sentidos bem despertos, em cada curva do teu corpo, em cada pormenor que me fascina, atiça todas as vontades e desejos ocultos, mas encontro-me na tua alma.

Transbordo de ti e de mim, porque te sinto em mim, perco a noção da realidade, do certo ou errado e deixo-me levar num gemido que me transporta para algo inesperado que me deixa rendida e sem forças de tão intenso.

Por ti e para ti… Um dia também irás ser meu!

Será que hoje é o dia?

© Miss Kitty 2017 #69Letras

Sinaléticas da vida.

Sempre pensei em como as sinaléticas da vida afectariam todo o meu conhecimento do  mundo, o meu possível conhecimento de ti….

” Não há longe nem distância”, já escrevia Richard Bach…

Mas existe o longe!

Mas existe a distância!

Podemos estar tão perto como o agarrar de um telefone ou o clicar numa tecla da tecnologia, mas não estamos perto o suficiente para sentirmos os beijos que queremos dar, as mãos que se querem tocar, o olhar de reconhecimento um no outro.

Como vim parar  a esta placa de ” tesão tecnológico” ?

Não sei…

Antigamente as sinaléticas eram as cartas e os postais, com aroma a perfume ou pétalas de flores…

Como pode uma simples frase escrita num visor, uma palavra dita numa lonjura de milhares de quilómetros, deixar-me assim…. perdida, sem alternativa ao pensamento, o qual preenches, o corpo em fogo de um sentir de pequenos condutores eléctricos, que me fazem entrar em combustão ….

Serão estas as paixões do futuro?

Os desejos ?

Mas eu quero sentir!!!

Quero que o homem, por quem anseio nos meus sonhos e acordada, seja real…

Que me desperte desta sonolência, auto induzida, que teimo em transformar a vida, apenas porque é mais fácil …

Sim…

É tão mais fácil quando partes do nosso mundo quotidiano, estão latentes, adormecidas, postas de lado como as coisas que já não usamos, mas também não nos apetece dar…

Quero que o homem, que está do outro lado do visor, me mostre que este corpo ainda sabe entregar-se, cheio de vontades e paixão…

 

©The Oyster 2017 #69Letras

Recorrente

Claro que acabei perdida e achada nos braços que já conheço mas que têm sempre um gosto diferente…


Existe uma entrega que me faz rasgar os meus limites enquanto me rasgas a pele com trincas que revelam a tua tesão e fazem disparar a minha…

Continuar a lerRecorrente