Geografia das curvas

Traças cada curva do meu corpo com os dedos, cada caminho onde se escondem todos os meus medos, como que se um mapa explorasses, terra virgem desbravasses, entre estradas e arvoredos,

Continue reading …

Hoje, mando eu….(talvez)

Texto M/18 Hoje não te vou mimar…vou amar-te rigidamente… Olha bem fundo no meu olhar…e prepara-te para as putices que te vou sujeitar… Vais sentir a dureza das minhas mãos…a agarrar-te, puxando-te para mim…

Continue reading …

Quando dois olhares se cruzam é porque as Almas se pertencem!

Olha…o que não te digo! Vontade de pegar no carro e ir ter contigo… Surpreender-te no sítio onde menos esperas. Talvez no trabalho, no restaurante…nas compras… Em qualquer lado onde estivéssemos rodeados de pessoas, presos[…]

Continue reading …

Apenas sente…

Apenas sente… Deixa-te levar, deixa-te ser conduzida pelo teu lado mais escondido que não abdicas mas teimas em ocultar…

Continue reading …

Não queríamos sair dali, por nada!

Eu não queria sair dali por nada …. Fechei os olhos, uma e outra vez, para continuar … Soltei os movimentos do corpo a despertar do sono mas não do sonho! Virei-me para ti e[…]

Continue reading …

Palavras sentidas.

Uso e gasto palavras … tão pouca gente vive de palavras e sentimentos e eu teimosa , continuo a esbanjar-las… Queria poder usá-las, olhando os teus olhos e vê las entrar … em ti! Ver[…]

Continue reading …

Senti…Sem ti!

Sinto-me um cobarde, só…derrotado pelo destino…(sem ti) Na (in)certeza de sentir (sem ti…) Na (in)certeza de viver (sem ti…) Dou comigo rodeado de muitas pessoas…mas incrivelmente só… (Sobre)vivendo à tua ausência Escrevo mentalmente centenas de[…]

Continue reading …