Vidas idas…

Vidas vividas, passadas, de cicatrizes povoadas, em mentes tão feridas, meramente existidas, onde o corpo se deixa morrer, à espera de algo acontecer, qualquer coisa que lhe devolva a vida, tão ansiada por voltar a ser vivida e lhe mostre de novo como é bom viver. Repudio a rotina dos dias, cheia de pessoas ocas,…

Metade pessoa metade agonia…

Sou metade pessoa… Perfumo-me de liberdade, visto-me de humildade, vou até onde a vista alcança pois de ser eu não perco a esperança, repudio a outra metade, que não passa de agonia, de não ser eu de verdade, presa e sem liberdade, numa vida tão vazia.

A escuridão é o meu templo , a minha casa , o meu mundo mais perfeito , onde encho o peito …. A cama onde me deito.

  Perdi-me algures na escuridão, deixei me ir por caminhos desconhecidos , Cruzei me com viajantes à muito perdidos , vivi vidas de vários , senti frio , senti calor , senti me em casa ou por vezes desfasada . Mas voltarei a perder me na escuridão vezes sem fim , lá encontro paz ,…