DESEJO ANIMAL

Vem depressa por favor… Acalma-me esta urgência… Arranca de mim esta dor… De toda esta carência… Hoje quem manda sou eu… Vem, arranca-me a roupa… Toca-me como só tu sabes… Não pares, deixas-me louca… Devora-me com gosto… Usa-me para teu prazer… Sente-me, faz-me vibrar… Tens tudo o que podes ter… Encosta-me contra a parede… Com…

Acordaste-me e estou sedenta…

Tocaste-me. A pele. A alma. Desde que me tocaste que despertei. Sabia lá eu o era sentir desejo ou ter tesão por alguém até me amaldiçoares com o teu toque implacável. Este desejo por ti, está tão vivo que sofro a urgência de o sossegar em todo o lado. Tocaste-me! Ainda sinto o teu suor…