Gosto de escrever e de me inventar no papel.

O que sou, quem sou, poucos o sabem e confesso nem eu mesma o saber. O que sei, é que dentro de mim existe um mundo ilimitado de personalidades e de quereres. Não sei o que quero ou quem sou. Enquanto não o sei, sou tudo o que escrevo e tenho tudo o que invento….