Vem com tempo.

Fotografia: Via Pinterest Sempre que me apetece ver-te espreito pelos corredores na esperança de te ver chegar. Nunca sei se retornarás, se te voltarei a ver uma vez mais. É quando já não conto ver-te, que surges, como de surpresa! De surpresa, porque nunca sei se vens, quando e a que horas chegas. (O que…

Uma carta ao meu amor!

Então e se de repente só existisse o correio como meio de comunicação? E se, os telefones e a internet desaparecessem como por magia? E agora? O que se seguiria? O amor ia acabar? Não ia mais nascer? Estas perguntas soam parvas não é? Todos sabemos que antigamente (este antigamente não foi assim à tanto…