Foste uma desilusão

No meu quarto perco-me no horizonte, a relembrar todos os momentos Queima, Arde, Corrói Cada imagem que passa como se fosse um filme de amor, Entristece-me, As lágrimas correm espontâneamente pela minha face Tudo o que tinha guardado com alegria, Agora é um baú velho com memórias tristes,

Vida é preciosa

Tu não tens noção do quão a vida é preciosa Não tens noção do milagre que é acordar no dia seguinte Não tens noção da alegria e compensação que tens por cumprimentares e dizer o quanto amas a quem te é mais próximo, Até…. Até ao dia em que te tiram o chão debaixo dos…

Sufocada

Sinto-me sufocada, Não me sinto, Sinto-me perdida em algo que lutei mas deixei de ter forças Sinto-me sufocada numa relação que  já não existe Quero respirar mas o ar fica preso Quero me libertar Mas o sentimento é mais forte  que eu, Sufoco, Quero acordar e pensar que  isto tudo foi um sonho Mas a…

In Pensamentos de um louco

Inócuo Seres algo vazio sem sentido só porque sim, Só porque à tua volta te pressionam e exigem, Seguires as tendências, Sem no fundo encontrares seja o que for que te identifiques, Seres bombardeado incessantemente com efeitos visuais e sonoros exclusivamente para te tornares mais um automatismo desta sociedade que se degrada a cada segundo que o…

A tristeza

Ela chega e ataca. Sem dó nem piedade. Magoa-nos com tudo o que encontra. Traz-nos memórias antigas sem pedir permissão. Ela apodera-se do nosso coração. Com ela vêm as lágrimas quentes que caiem em silêncio. Os pensamentos negativos entram na nossa mente. Faz-nos confundir o ódio com o amor. Provoca sentimentos que não queremos sentir….

O que faltou para se ser feliz

Uma bala na câmara à espera de ser livre Uma alma vazia  à espera de ser preenchida Uma pessoa sozinha arrependida do passado Porque tem de ser assim? Porque dói tanto como se tivesse levado um tiro? Porque de repente viras-te lixo? O que faltou para se ser feliz? © Lola 2017 #69Letras https://www.aubaci.com/69letras Visita a…

A última palavra

Sentou-se junto dela e ficou em silêncio, a olhar as ondas que se desfaziam em espuma na areia branca. Ela também ficou em silêncio. Ele desviou-lhe da cara os cabelos dourados. Ela chorava em silêncio. E o coração dele também começou a chorar. “Desculpa por…” começou ele, mas ela interrompeu-o. “Não digas nada. Nunca disseste…