Tinta… faz magia!

Escrita. Assim sou eu. De vezes demasiadas, Outras desaparecidas. Transpiro tinta. Ela percorre o meu corpo, Dança na minha pele. Tinta… faz magia! Seja ela onde for. Escrevo, No meu corpo, sem medos. No papel transcrevo a minha alma até à exaustão. Nua como sou. De história escrita ou vivida. Sou mais que tinta preta….

Borbulham dentro de mim ausências…

Borbulham dentro de mim ausências… Na paz que a gaivota solta, prendo os cabelos… Talvez me leve com ela… Borbulham essas gotas de orvalho à janela Perdidas num passado feito de bolas de sabão… Sopras, de dia o pó que ficou. De noite, o sono que não vem E borbulham…na ponta dos dedos farrapos de…

eu ganho por fazer parte da tua arte.

  És um guloso pelo prazer mas muito mais pela mulher. E eu deixo-me ser o alimento da tua gula, deixo que me desembrulhes devagar sem pressa de acabar. Deixo que os teus dedos moldem os meus contornos e que o teu toque seja navegador no meu corpo. E nesta paixão que tens pela mulher,…