Quero.

  Quero a tua boca na minha, a minha na tua pele, a tua pele na minha mão, a minha mão na tua tesão, a tua tesão no meu paladar, o meu paladar de volta[…]

Continue reading …

Esta tortura a que te submeto é a mesma a que me sujeito.

Segue-nos no facebook! Esta tortura a que te submeto é a mesma a que me sujeito. Tu estás aí e eu aqui a querer-te dentro de mim. Privo-me de ti apenas para te ter a[…]

Continue reading …

O sangue em frenesim!

  Ele não suporta o meu nariz empinado, nem o jeito com que o provoco fazendo exatamente as coisas que ele não gosta e ainda lhe sorrio descaradamente, sorriso esse que se rasga ainda mais[…]

Continue reading …

eu ganho por fazer parte da tua arte.

  És um guloso pelo prazer mas muito mais pela mulher. E eu deixo-me ser o alimento da tua gula, deixo que me desembrulhes devagar sem pressa de acabar. Deixo que os teus dedos moldem[…]

Continue reading …

Irritas-me e eu adoro-te!

    Irritas-me! Irritação imediata desde a primeira troca de palavras, não sei de onde ela surgiu, mas tu afetaste-me. Se falavas, irritavas-me, se não falavas pior eu ficava. Era chuva e sol. Noite e[…]

Continue reading …

A ti, quem te seduz?

Eles conhecem-te e ficam com uma espécie de tesão do mijo. és diferente, dizem-te. Esfalfam-se para te terem, chegam até a acreditar serem capazes de te acompanhar… és especial, dizem-te. Nos primeiros dias, és a[…]

Continue reading …

Hoje é dia do segundo encontro.

Encontro dividido por capítulos, cautelosamente adivinhado. Ainda tenho o primeiro encontro a respirar na minha pele, naquela noite, só me dei conta da loucura que estava prestes a acontecer quando desliguei o carro. O corpo[…]

Continue reading …