Teia…

A minha vida resume-se a um emaranhado de ilusões e desilusões. Fios frágeis que parece que ganham vida quando se começam a desenlear, para logo de seguida voltarem a encher-se de nós, como uma teia complexa que me prende como uma presa indefesa à espera do pior. Bem tento desatar esses nós, mas quanto mais…