Somos tanto…

Ainda sinto o cheiro do teu abraço em mim. A cumplicidade do teu olhar tatuado em mim. Onde somos um pecado sem calma, mas o efervescente sabor de dois seres em atos perversos… Em gemidos evocados em silêncio, que sabe sempre ao conforto de nos termos de um prazer intenso. Dois corpos despidos de regras……