A minha SOLIDÃO tão minha

Hoje para variar um pouco vou-vos abrir a minha alma, parte dela pelo menos. Aqui há pouco tempo, alguém que nos segue na página e conhece a minha verdadeira identidade, pessoa que muito estimo questionou-me[…]

Continue reading …

O que faltou para se ser feliz

Uma bala na câmara à espera de ser livre Uma alma vazia  à espera de ser preenchida Uma pessoa sozinha arrependida do passado Porque tem de ser assim? Porque dói tanto como se tivesse levado um[…]

Continue reading …

Acabou…..

Acabou!… Não podemos continuar neste impasse. Fazes de mim gato sapato, usas-me como se de uma peça vestuário se tratasse. Chega!! Amo-te. Mas esta relação de amor/ódio não vai terminar bem. Nos dias em que[…]

Continue reading …

Solidão

Há uns bons anos atrás, eu dizia que a solidão me assustava. E assustava mesmo! Hoje já não me assusta. Hoje vive lado a lado comigo! Às vezes é a minha companhia! É confortável. É[…]

Continue reading …

Sonhar…

Não sonhes muito alto Pois o sonho é como porcelana Quebra com facilidade Não sonhes ilusões Pois desvanecem-se como o vento Entre a realidade e o sono Sonhas Nesse mundo que criaste nessa fantasia em[…]

Continue reading …

Indica-me o caminho

Indica me o caminho, Coloca me no caminho certo Pois ando perdida Perdida nas ruelas dos prazeres Momentâneos Indica-me como te encontrar Nesses trilhos ardilosos Indica-me o percurso para o teu coração Porque o meu[…]

Continue reading …

Na penumbra…

  De que vale deixar o meu sol brilhar Se não sou apreciada por isso. De que vale deixar os meus raios tocarem Em quem eu acho que merece Para ser tapada por uma névoa[…]

Continue reading …