Arquivo de etiquetas: sexo

Dona Flor e seus dois…

Texto Erótico 🔞

Os meus olhos estão fechados, a minha pele a ferver… Sinto o calor entre pernas e a língua que me explora… Estou em transe…
Mãos que me percorrem o corpo, dedos que se fecham como ganchos à volta dos meus mamilos. Solto um gemido no limiar da dor e do prazer e sou calada com um beijo. Essa mesma boca percorre-me do queixo aos seios, detendo-se por instantes no meu pescoço…

A doce tortura do meu sexo não cessa e estou em overdose de sentidos. Dedos entram em mim e não consigo conter o orgasmo que explode numa boca gulosa.

Essa é a boca que me beija agora… Sinto o meu gosto, delicio-me naqueles lábios cobertos do meu prazer e já outros me beijam… lá em baixo… Suaves, carinhosos… Anseio aquele membro na minha boca e devolvo a gula que me foi presenteada… Chupo e sugo enquanto sou apaziguada por língua e mãos suaves que me têm em ponto caramelo…
Sinto-me escorrer, estou pronta, estou a pedir com as ancas, empurrando, gritando com todo o meu corpo já que uma senhora não fala de boca cheia e, deuses, se quero continuar a degustar o manjar que me preenche o palato…

Vem a primeira estocada, estremece o meu mundo. Aguento, quero mais, com mais força, mais cadência. Ah, recordo bem este encaixe, a forma como me segura as ancas e me sente toda por dentro… Absorvo tudo, sorvo tudo… Sinto a glande contornar-me os lábios como um batom e ponho a língua de fora… Menina arisca, gulosa que gosta de saborear o prato todo… Tenho a cabeça quase suspensa e depois de me lambuzar naquela delícia sou tomada pelo meu sabor outra vez, agora noutra forma…

Sou preenchida novamente… Sou tomada uma e outra vez e gozo uma e outra vez, eles têm-me deleitada, molhada, aberta…

Dou por mim encaixada entre os dois a recebê-los enquanto me tocam a pele suada… Um último arquear de costas segura pelo pescoço e pelos quadris ditam um orgasmo a três… Intenso, gotejante, envolvente…
Sou dona Flor e adormeço enroscada entre pernas e peitos, esgotada, saciada…

©VickyM 2017 #69Letras

Autora da página Place Your Feelings

O Bus das 7.00am

TEXTO ERÓTICO M|18 󾬥 󾬥 󾬥󾬥 󾬥 󾬥
Ela apanhava o bus sempre à mesma hora 7.00h.
Sempre elegante, discreta e senhora do seu nariz, educada como sempre cumprimentava o motorista e sentava-se à janela. Parecia que o lugar estava reservado sempre só para ela.
Todos os dias entrava naquele bus com um ar aluado, mas nesse dia não. ao entrar reparou na forma peculiar com que o motorista a olhava da cabeça aos pés, em segundos que pareciam minutos.
O lugar do costume estava ocupado, e foi-se sentar no lugar oposto. Reparou que o motorista a observava pelo espelho retrovisor.
Ela não conseguiu disfarçar um sorriso safado.
O caminho todo apercebeu-se dos olhares dele e, mesmo assim resolveu retribuir.

Continuar a lerO Bus das 7.00am

Não há amores perfeitos

“Sinto-me vivo! Sinto-me amado!”

E que bom seria que todos se sentissem assim, rejuvenescidos, de sorriso e coração aberto para o Mundo. Nem sempre é fácil, sei disso, mas só acontece se estivermos dispostos a tal. Não adianta fugir, nem fingir que somos insensíveis e que o Amor é para uma Elite de pessoas que facilmente se apaixona e que anda sempre de sorriso nos lábios.
Isso não é para mim! Fechei completamente o meu coração.” Esta é uma das frases mais ditas por um coração magoado.
Já acreditei que seria possível encerrar todas as portas daquele capitulo e seguir em frente sozinho sem sentir qualquer afeto por alguém mas depois, do nada, o coração aperta, bate aquela saudade de sentir o desejo, e aí pensas que afinal queres partilhar o teu dia a dia com alguém, queres sentir as borboletas no estômago, queres ver o arco-íris todos os dias (não te esqueças que para ver o arco-íris tens que aguentar com a chuva), e aí que fazes? Abres-te logo? Atiras-te de cabeça à primeira promessa de amor eterno ou ficas a aguardar pelo “amor perfeito”? E isso existe? Começas com calma, protegendo-te do “ataque” feroz que surge com a paixão e sem te dares por ela já estás a afastar esse alguém que potencialmente poderia ser uma de duas coisas, ou mais um flop ou uma paixão arrebatadora, e aí sim tens que ter a coragem de enfrentar o que daí irá surgir.
Decides avançar sem saber o que te moveu ao certo. Será Amor e Paixão, será Tesão ou será mesmo medo da solidão? De uma coisa eu sei, se não arriscares nunca irás saber.
– Deu dor? Sem sentir a dor não saberias reconhecer o prazer e dar valor a quem te faz bem. Aliás, a dor precisa de ser sentida!
– Deu Tesão? Aproveita e usa, faz memórias e boas histórias para recordar.
– Deu Medo? Ganha coragem, enfrenta-os e supera-te! Não te deixes amedrontar.
– Deu Amor e Paixão? Sente e desfruta! Não há amores perfeitos e de certeza que esse não o será. Afinal, a vida não precisa de ser perfeita para que o amor seja extraordinário.
– Vai com calma, pensa o suficiente. Pensar demais queima neurónios, atormenta e deixa-nos ansiosos.
– Deixa fluir. O Amor é como a água que corre no rio, sempre transpondo os obstáculos até chegar aonde tem que chegar, afluente esse alimentado pela Paixão que transborda entre dois seres deixando-nos muitas vezes irreconhecíveis.
Ah!! Conselho importante.
– Quando estiveres apaixonado/a não faças promessas pois nestes momentos não tens noção do que estás a prometer.
– Estás de beicinho, sempre com aquele sorriso “estúpido”!
E agora, que fazer? Nada! Nada e tudo! É neste momento que cometemos loucuras, tomamos atitudes que não são “normais”, deixando os nossos amigos e família parvos da vida. Por isso aproveita, não negues os teus desejos nem vontades. Usa e abusa de carinhos, de cafuné e conchinha. Surpreende e abraça! Abraça muito! Beija ainda mais!
– Deu Merda? Melhor! É sinal que não era para ser, e que o próximo Amor é que vai ser o melhor Amor da tua vida! O importante é não desistir, não baixar os braços nem virar as costas ao Amor.
Aproveita. Não fiques apático à espera que o Amor vá ter contigo.
E aprende. Lembra-te que o teu Amor tem validade, nem que seja enquanto fores vivo, e que o teu Amar seja uma infinito dentro de uma eternidade. Mas lembra-te, há infinitos maiores que outros.

© O Vizinho 2017 #69letras

Que gozo me deu ouvir-Te “ÉS MINHA!”

CONTO ERÓTICO M|18 🔞

Tiveste um dia cheio de reuniões e formações,
ao final do dia um jantar…

Ficou combinado eu ir ter contigo a Lisboa, ao hotel onde estavas hospedado!
Quero-te longe de tudo e todos … só meu!
O Jantar alongou-se demais … comecei a achar que teria feito a viagem em vão,
tão raro conseguir uma saída assim do meu mundo para vir ao teu!
Finalmente, quase meia noite e ligas a dizer que estás despachado!
A minha voz tensa apenas diz que venhas a voar, ter comigo ao Hotel! Continuar a lerQue gozo me deu ouvir-Te “ÉS MINHA!”

Não te percas de mim, perde-te em mim…

Perde-te na noite e na madrugada, mas conta as pedras da calçada.
Por mais que te afastes do meu caminho, acabas sempre por voltar ao ninho. Continuar a lerNão te percas de mim, perde-te em mim…

Sinto-me uma rebelde…

Essa fúria toda… porque a tens?
Pior… porque é que eu a quero?
Não sei se é a fúria que quero ou se te quero a ti com essa fúria toda. Sim, certa que te quero a ti com essa fúria toda. Bem em cima de mim.
De mãos cravadas em mim.
Tu bem dentro de mim.
Esse teu gosto de whisky nos lábios, surreal sensação que me fazes sentir.
Sinto-me uma rebelde.
Ao teu lado, uma bad girl.
De mal comportamento…
O que te faz ser assim tão bruto?
De tanta força pegar em mim e jogar-me como uma bola para cima da cama??

Não sei, quem ou o que te fez…assim. Mas adoro esse teu ser.

És errado.
Mas demasiado divertido.

© Krishna  2017 #69Letras

Momentos meus…

Estou tentado a lembrar dos primeiros beijos que me deram na pila.
Aqui um pouco baralhado entre a tesão e a emoção.
Ter finalmente uma miúda a beijar lá naquele sítio era um acontecimento para ficar gravado na memória. Continuar a lerMomentos meus…