Arquivo de etiquetas: sex shop

Ovo Vibratório

TEXTO ERÓTICO M|18 🔞🔞🔞🔞🔞🔞
Como sempre ao final do dia, quando chego a casa depois dum bom banho e adiantar jantar.
Sento-me ao computador a ver as publicações dos meus colegas da  #69Letras.
Qual não é a minha surpresa, a nossa Loja Sex-Shop Aubaci online.
Óptimo!!!
Nada como ir espreitar as novidades. Delicio-me com os conjuntos de lingerie, com os corpetes (de morrer e chorar por mais).
Mas o que me chama mais atenção são os óleos de massagem, os acessórios de BDSM… Hummm!!
Já sei que me vou perder, das duas formas. Em dinheiro e novas aventuras.
Depois de apreciar cada imagem, cada artigo, decido-me para experimentar um Ovo vibratório e um conjunto de Wax Play (para quem não sabe, são velas corporais para brincar com o parceiro).
Encomenda feita. 24 horas depois entregue. Pacote discreto só com o nome da transportadora.
Abro excitada para ver os artigos e chamo o meu companheiro.
Pergunto-lhe qual dos dois vamos estrear. Com aquele olhar safado que gosto, pega no Ovo e diz-me:
– Que tal irmos jantar fora, e na altura certa colocamos o Ovo…
Como não é só ele que gosta de doidices. Acedi ao pedido.
Vestido de verão sexy de alças azul escuro por cima do joelho, sem lingerie e sandália de salto.
Chegamos ao restaurante, pediu uma mesa no centro da sala. Olhei para ele e disse-lhe que uma mais discreta era melhor. Discordou. Seria a do centro.
O meu coração disparou, como é que ele iria ligar o que trazíamos, se éramos o centro das atenções no restaurante. Respirei fundo e deixei-me ir.
Pedimos o jantar, e já com meia garrafa de vinho branco bebido, sentia-me mais relaxada. Mais solta e atrevida.
Descalcei um dos pés e deixei-o deslizar por debaixo da mesa e toquei ao de leve no membro dele, já a meia haste.
Mordi o lábio e sorri. Senti a mão dele acariciar a minha perna e ir subindo.
Senti calafrios e ao mesmo tempo excitação, já me sentia molhada e a escorrer pelas pernas. Fiquei em sentido, quando o senti introduzir o Ovo em modo vibratório ao de leve no meio dos meus lábios da vagina.
Aumentou a vibração e introduzi-o todo dentro dela. Dei um pulo. Segurou-me na mão e disse para eu respirar.
Mas respirar como???
Se aquela vibração começava a dar-me espasmos no corpo e quase atingir o orgasmo.
Ele disfarçava, sorrindo para mim e tentado distrair-me com a conversa, mas era impossível.
Cravei-lhe as unhas nas mãos dele e disse-lhe ao ouvido:
– Já não aguento mais!!! Estou-meee a virrr!!!..
Senti a mão dele de novo nas minhas pernas, retirou o Ovo. Senti todos os meus fluidos a escorrerem por mim abaixo. Discretamente, ele leva o Ovo à boca para saborear o meu mel.
Estava louca de tesão, precisava sentir o corpo dele no meu, sentir aquele membro que me enlouquece.
– Quero que me possuas, não importa onde seja. Quero-te já!!
Saímos. Dirigimos-nos para o carro, deu meia volta ao quarteirão, numa rua mal iluminada, parou o carro.
Tirou-me lá de dentro, deitou-me sobre o capô e violou-me com desejo, loucura.
Deixei os meus gemidos que estavam presos na garganta, soltarem-se e pedi-lhe:
-Não Pares!! Não pares!! Quero sentir esse teu leite todo dentro de mim. Inunda-me!!
Atingimos o orgasmo em uníssono. Com os corpos ainda colados, senti o calor dos lábios dele nos meus.
Fechando aquele momento com um beijo quente, doce e apaixonado.
Seguimos para casa com um sorriso nos rostos, de quem achava que as coisas não iriam ficar por ali…
Ainda havia mais por experimentar…
®Lola 2017 #69Letras

Perguntas para a Kat

Oi malta gira cá estou de novo para a segunda parte das “perguntas para a Kat ” adorei poder responder a algumas questões colocadas por vocês, estava à espera de perguntas assim do arco da velha, mas até que todas foram pertinentes.
Para a próxima semana as #ConversasSemMordaças já voltam ao normal.
Mas espero que com estas perguntas e respostas os leitores fiquem a conhecer um pouco mais deste mundo que é o BDSM.

– Como mulher é fácil separar a Domme do roleplay para a vida real? Continuar a lerPerguntas para a Kat

Vibração…!

|M18| Sinto a água morna
que escorre…e percorre meu corpo
que vibra ao sentir-te
tocando levemente a minha pele
Teso e vibrante…
derramo-me na umidade quente
que invade minh’alma de desejo
e com prazer infinito
Te quero assim, intensamente
invadindo tua intimidade
que invado sem piedade
com a tua permissão
Toco-te…sem esperar
misturando nossos suores
adrenalina…química e toco
infinito cheiro das nossas peles
Quero-te sentir…
banhar-me meu corpo nú
nas delícias da tua carne
Ambos caminhamos juntos
ao êxtase total… desejo a flor da pele
Quase toco o céu…
enquanto saboreio teu mel
que escorre e alimenta-me
teu néctar de fêmea..
mulher fatal…loba…
felina da minha vida!

Fouquet, 12 de maio de 2011

 

Descobre aqui o Gel Vibratório que te irá proporcional 1000 ondas de prazer!

 


Que…!

Da próxima vez que me apaixone seja por alguém que sabe o que quer e mesmo calejado por relações falhadas quer arriscar mais uma vez porque quando me olha sente que desta é de vez!

Que…!
Eu o receba abertamente e não arrede pé feita “merdosa” porque o medo é coisa do passado e já nem de orgulho me vista para que ele me possa ver inteiramente nua.

Que…!
Ele alinhe comigo em brincadeiras sem fim e sejamos parvos um com o outro e um pelo outro. Que seja amada por quem sou e não pelo que ele procura e quer ver.

Que queira o seu espaço e respeite o meu.
Que não sofra de excesso de carência e não me exija mensagens matinais como manifestações de amor e me deixe despertar na minha azafama habitual. Que lhe baste um beijo num sms ao meio da tarde ou meio da manhã porque ele sabe que juntos só não estamos fisicamente pois os nossos pensamentos convergem a todo o instante.

Que…!
Me ame pela minha independência e não se sinta afrontado por a minha vida não girar unicamente em torno dele.

Que sejamos permissivos e comunicadores.

Que…!
Goste mais de fod3r que eu e me canse de prazer. Que seja generoso com as minhas fantasias como serei com as dele. Que possamos experimentar um com ou outro ou ao lado um do outro para que mais tarde historias à lareira possamos contar.

Que…!
Seja cru quando me penetra e deixe a delicadeza entregue ao meu toque.

Que…!
Ele venha.

Por cá,
Já o espero.


 © ?Cátia Teixeira, Vizinha 69 Letras 2016


Densidades

 

O ar compenetrado e meio sisudo do dia a dia, traduz-se num manter a distância das pessoas, pelas quais não nutre o mínimo interesse. A mulher cinzenta do dia, que durante a noite devora livros e sites eróticos. Que tira a roupa que lhe circunda e amarra o corpo, mal chega a casa, e se transforma. Transforma-se num ser quente, voluptuoso, ardente de  voz sensual, profunda. A sua procura por densidades de sentires diferentes da monotonia do escritório, daquelas mentes, germinadas em provetas, de pensamentos  desprovidos de desejo, de fogo…

Já passou a fase do sonho, do imaginar… Um último olhar no espelho, para o retoque na maquilhagem, e ver como o vestido preto lhe assenta na perfeição. As suas curvas generosas, os seus seios fartos, os saltos altos, sem nada por debaixo… É assim que gosta… De não se sentir restringida pelas peças de roupa interior.

O táxi já a espera. Leva-a ao bar de sempre. Sem perguntas, sem insinuações. Têm entre si, um acordo de silêncio, com horas marcadas nos sítios assinalados.

Como gosta destas saídas, da antevisão do que poderá acontecer… do poder que detém e de como abre mão dele… Sim… e da exposição… Excita-a a exposição, a oferenda do corpo a um outro corpo… As mãos que lhe tocam, as que lhe querem tocar… A sua entrega é completa, intensa… É ali, no meio de tantos e tão poucos, que afugenta os seus demónios; que leva o seu corpo a um estado de absolvição total…

 

#TheOyster 69Letras® 27.02.2017

 


Quem vê caras não vê corações

Sou dura ou melhor aparento sê-lo. Aprendi a sorrir para o que tem realmente piada e não por compaixão.

Digo não com facilidade e não tenho medo das consequências. As consequências fazem parte da vida de quem arrisca fazer coisas novas e está constantemente a sair fora do seu conforto. Ir sempre e nunca parar. Continuar a lerQuem vê caras não vê corações

O verdadeiro é aquele que não é egoísta, não é mau e não é pequeno.

 

Apareceste e desarmaste-me!

Uma vez mais deste notícias…
Da última vez, disse-te pela primeira vez, para não me procurares mais…
Mas hoje fizeste-o! Procuraste-me..
Tal como eu no ano passado, mesmo se pediste o contrário..
Agora foi a tua vez e fizeste questão de me lembrar disso!

Não esperava… Nunca espero nada de ti, mas desejo tudo…
Fico desarmada por ver que precisas de mim, tanto ou mais, como eu de ti..

E tu achaste que este amor se tornou ódio…
Sorrio com lágrimas a correr pela minha cara, porque odiar-te…
Hummm, até suspiro…
Fico com um nó na garganta, só de te imaginar a sofrer… Como se uma dor me invadisse a alma e o coração…
Sofreres, seres infeliz, não estares bem… Só de imaginar, volta a dor! Dói e volta a doer…

És parte de mim! Sabes o quão importante é isso?!
Não tens de estar aqui, não tens de ficar comigo, para mim és mais que parte.. És amor, o amor da minha vida! E só não és o homem da minha vida, porque recusaste a sê-lo…
O amor… Sabes a importância disso? Do amor verdadeiro? Pois bem, descobri-o contigo!
O verdadeiro é aquele que não é egoísta, não é mau e não é pequeno.

Eu quero que sejas feliz, mesmo se o desejasse comigo… Mas se for com outro alguém e se te amar um terço do que te amo, ficarei certa de que serás feliz!
Claro que dói pensar em ti com outra pessoa, ainda para mais com a certeza de que eu sou a “tal” e que é de mim que precisas na tua vida…
E pior… Eu sei que tu sabes disso!
Mas falta-te, talvez, força e coragem para lutares contra o mundo e esqueces-te que eu te daria o universo…
Mas vou dando e darei, aquilo que me permitires dar também… E olha que tenho muito para dar, mas no pouco que me permites, eu dou o que tenho de melhor em mim.. O meu coração!

Por último, faz-me feliz: Sê feliz!

Vany #69Letras