Teu sangue, meu prazer.

M18/Texto erótico    Mais uma noite que se anuncia fria. E eu gosto assim. Procuro em rostos comuns aquele que eu perseguirei esta noite. Eleger a presa requer perícia e paciência. E hoje apetece-me ratos de laboratório.

Blood and more Blood

Olá gente doida, como estão vocês esta semana? Resolvi falar convosco sobre… Preparados?!  3, 2, 1 SANGUE… Ahhh pois é bebé, eu cá adoro este tema e antes que comecem a pensar que sou vampira ou algo que valha, aproveito para dizer que não sou lol, mas não me importava nada. A verdade é que…

A minha história

O que eu fui nem se compara ao que sou hoje. O meu “eu” de hoje é uma versao mais doce e suave do meu “eu” de antigamente. Porém ninguém imagina. Eu era aquela miúda que tanto irradiava alegria por onde passava como deixava uma vaga de destruição. Hoje limito-me a um ar satisfeito e…

Hoje não te quero… 

Não te quero como nos costumamos querer. Não te quero com o desejo insano que sinto por ti nem com a loucura saudável do sexo que fazemos. Não quero que os nossos demónios se juntem e se consumam, como que por instinto e desejo de sangue, até à exaustão, e que as nuvens negras que…

Saltam-me pingas de sangue dos dedos Agora que te escrevo!

Podia o sol raiar ao contrário E uma brisa soar a ventania Que o meu beijo crava Os pântanos da tua boca Os suores do teu abraço E a escada que transborda a infinito Debruça na janela Farrapos de lua Brilhante como raios Onde te deitas e dormes sem medo Porque sabes que fadas existem…

…mais vida me dás.

Faz um ano que desci o primeiro degrau da escada que me lançaste. Quem disse que subiria em direção ao céu e conheceria a paz dos anjos e a leveza das nuvens? Esta escada leva o meu corpo na direção dos rochedos vulcânicos do inferno que te habita, e quanto mais a temperatura dos degraus…

Não quero luz. Quero escuridão.

Fotografia: Via Pinterest Pára de me inventar e materializa-te JÁ à minha frente. Vem e derrete o meu sangue com os teus lábios quentes. Envolve o teu olhar no meu e encontra a paz na minha presença, assim como eu. Dá-me a mão e leva-me contigo. (Não quero saber para onde, apenas leva-me), e mima-me…