Sem olhar a quem!

Sei que poucos de vós me conhecem a cara, ou mesmo o espirito, mas posso-vos dizer que sou eterna criança. Sinto-me todos os dias como se fosse uma gaiata que descobre tudo pela primeira vez. Sou leve, levinha a quem me olha e pesada quem me quer mal. Vibro com cores, formas e feitios. Estudo…

A melhor sangria que bebi

Querida! Já viste a bela tarde de sol de hoje? Apetece-me fazer algo… Sei lá! Olha! Vamos estender a rede na varanda e prostrar-nos a contemplar o mar? Eu e tu, o sol e a brisa marítima. Ah! Podemos juntar uma bela e refrescante sangria de frutos vermelhos… Hum.. A ideia agrada-me… Aliás, cresceu em…