Arquivo de etiquetas: saltos altos

Falaram pouco sorriram muito. Eram um do outro.

12189918_1622675584644839_6550063342478242560_n

De 1 a 10

Foi no dia 1 deste que mês que ele lhe ofereceu 2 rosas vermelhas. Mandou-as entregar no local de trabalho às 3 da tarde. 4 amigas roeram-se de inveja enquanto ela corada, sorria feliz por aquele ato. Já não se falavam há 5 dias, pelas 6 horas ela mandou-lhe uma mensagem a convida-lo para jantar no restaurante onde jantaram no 7º encontro. Ela vestiu aquele vestido preto que tão bem lhe assentava, colocou os saltos prateados e um colar que descia pelo decote.
Já dentro do carro ela observou-o à sua espera à porta do restaurante. 8h em ponto como fora combinado, pontual como sempre. Jantaram tranquilamente e notava-se como estavam felizes por se verem novamente, deram as mãos sobre a mesa, e saborearam o vinho imaginando absorver o sabor nos lábios um do outro. Falaram pouco sorriram muito. Eram um do outro. Uma mesa com 9 pessoas olhavam-nos encantados conseguiam sentir que estavam num mundo diferente daquele casal, podiam gargalhar e brindar, mas aquele amor não o teriam. Era tão deles. Pagaram o jantar e partiram num só carro, já no elevador o fecho do vestido fora aberto e as calças dele desapertadas. Foi num 10º andar que se uniram pela primeira vez.

?A Vizinha #69Letras

 

Estou a chegar. Prepara-te. Porque esta noite quero-te amar!

1056e6d2f60830175a0e5ff9517a5c16

Gostar de ler? Segue-nos.

Estás em casa? Ótimo, estou a caminho.
Põe a música a tocar, acende as velas, encomenda o jantar, abre a garrafa de vinho e deixa-o abrir-se para o nosso paladar.
Recebe-me de calças de ganga e camisa com os botões desapertados e cabelo desalinhado.
Não percas tempo, despacha-te porque estou a chegar.
Quando chegar, dispenso o ‘olá tudo bem’ ou qualquer outro diálogo.
Quando chegar vou despir-me enquanto a música toca e tu observas-me do sofá. Servirei duas taças de vinho. Uma para ti e outra para mim enquanto brinco com as curvas do meu corpo e desfilo para ti.
Depois, tu vens dançar bem coladinho ao meu corpo já só em lingerie, em cima dos saltos altos do tom que me adoras ver. Vermelho.
Vou fechar os olhos com a cabeça no teu peito, e ali, naquele espaço só o meu corpo estará nas tuas mãos, porque a alma, ela estará algures difundida na melodia que toca no ar…
O toque da campainha vai anunciar o jantar e será mesmo no chão que vamos comer.
Comer o jantar, e devorar a pele um do outro com o olhar. As palavras estão proibidas, podemos por hoje ter o direito de não falar? Só quero quero escutar o som da felicidade no ar…
Estou a chegar.
Prepara-te.
Porque esta noite quero-te amar!