Quero-te tanto… digo-te tão pouco…

  Enquanto dormes estou agarrada a uma caneta em vez de ser a ti. Devia de estar aí sentada do teu lado e sorrir por colorir os teus sonhos. Gostava de estar junto de ti a dar-te um carinho no intervalo dos rabiscos e beijar a tua pele em cada parágrafo. Enquanto isso, aqui estou…