Deixa eu sentar…

Hoje vou dar-te uma sentadinha… Aquela que já há tanto tempo andas a pedir nesse teu pensamento escuro. E nesta noite o privado será nosso, e meu papá serás. Vem ver o rebolar da gatinha, fica para ver, enlouquece… Deixa eu sentar… No teu colinho, habituar-me ao bem bom…e fincar este meu rabo em ti!…