Cabeça aprisionada no passado

O novo ano começou e eu com a cabeça no passado vivo aprisionado por um sentimento louco nunca ultrapassado. Só tu me deixas o olho arregalado eu deixo-te o lábio molhado Estou estranho meio obcecado no fundo podes-me chamar necessitado já que és a minha maior necessidade. Dona da minha vaidade, guardiã do meu sentimento,…

Esta tortura a que te submeto é a mesma a que me sujeito.

Segue-nos no facebook! Esta tortura a que te submeto é a mesma a que me sujeito. Tu estás aí e eu aqui a querer-te dentro de mim. Privo-me de ti apenas para te ter a suplicar pelo meu corpo nas raras vezes em que atendo as tuas chamadas. Eu não te vejo, e tu não…