Arquivo de etiquetas: read my mind

Estás pronta para mim?

Estas pronta para mim?
Será que me queres em ti?
Não brinco com palavras…
Divirto-me a explorar o teu corpo!
Deliro com o seu sabor de mulher com tesão de mim!
……Quero-te nua!
Cheirosa e quente!
Sedosa e senhora do teu poder de fêmea sobre mim!
Poderosa no teu corpo indefeso á minha vontade de o possuir!!
Que te sintas conquistadora
Como eu quero sentir o teu interior febril de vontade !
Desastrada!?
Humorada!?
Despida é que deves estar!
 ……Quero-te nua!!!!
Tremo de pensar em entrar em ti enquanto sinto esses labios humedecidos pelos meus!
Olhos nos teus olhos!
Corpo no teu!!!

©Read Mymind 2017#69Letras

 

Despida de preconceitos…

Olho nos teus olhos…
Procuro perceber a aprovação…
Esperança de ler alegria…
Satisfação e não comiseração…
Desejo de mim…
Sei que não falamos muito…
Que te te abafei as palavras com os beijos sôfregos…
Amarrei o teu corpo contra o meu sem deixar que preparasse defesas…
Preenchi de mimos e carinhos para que não sentisse frio e necessidade de se cobrir…
Amei te nua…
Quente…
Nos teus olhos quero ver os pensamentos parados…
Tal qual o teu corpo descansou em cima do meu…
Com esse cheiro a desejo que lhe semeamos…
Desculpa por te querer…
Assim…
Nua…
Despida de preconceitos e pensamentos longínquos…

©Read Mymind 2017 #69Letras

És minha!

“Gosto desse ar serio e sexy” pensei…
“-Que fazes?!?”
Perguntaste, com um ar chocado, quando te rodei para vislumbrar a tua silhueta.
Os teus olhos estreitaram…

Continuar a lerÉs minha!

Traços de erotismo…

Esse teu rosto de traços perfeitos é um livro de contos eróticos para os meus olhos…
As tuas frases quentes, lenha para a caldeira da minha imaginação…
Tens um ar esguio…
De quem aquece uma cama com o corpo endiabrado pela fome de preenchimento…
Deixas promessas em frases perdidas que me fazem suspirar…
Essa tua boca de lábios finos…
Que sons quentes deles devem sair…
Fazes me sonhar…

Read My Mind

Memórias…

Texto Erótico|M18

Aqui deitado.
No quarto escuro e silencioso.
Junto ao meu corpo solitário.
A minha mente te possui.
O meu desejo te vislumbra.
Memoria que me mantém acordado…
Quase que sinto o calor do teu corpo.
Tenho a frescura das sensações dos dias que não me sais da cabeça.
Quando com um ar cândido dizias
“Ainda com vontade?!!!!”
Enquanto com a inocência do desejo me afagavas o membro para lhe voltares a dar vida.
Como se de um naufrago tratasses…
Usando métodos de salvadora.
Com uma boca quente e sôfrega de mim.
Excitada pela tesão por ti que sentias encher te a boca.
A minha perna húmida ,testemunhava a vontade de me teres que escorria do teu corpo pela pele macia.
Aquela sensação de te preencher o espaço que ainda tem algo de mim dentro.
Ainda a pouco te agarrava a cintura enquanto explodia em ti…
Pegas no meu membro guloso de te provar novamente e guias de volta onde pertence.
Dentro do teu lugar mais desejado.
Devoras me com lentidão…
Ao principio…
Depois gemes como que te acicatando para te moveres mais depressa…
Pedes que te aperte mais!!!
Esfregas te em mim…E soluças entre gemidos de prazer e lágrimas que te escorrem do rosto…
Num orgasmo que vem la de dentro.
Tao emocional como louco de desejo por mim.
Abraça me…
Aqueles abraços que me mantêm acordado no quarto escuro…
Onde as memorias ganham vida…

Read My Mind

Conto de encantar…

Boa tarde..
Estimo que te encontres de perfeita saúde…
Assim de espírito como de corpo…
Tenho percebido que tens alguma dificuldade em adormecer.
Pensei te contar uma historia
Daquelas que dão sono.
Começava assim…
“”Era uma vez uma menina crescida que estava na sua casa quentinha a ver uma daquelas series que vemos como quem bebe um copo de agua ao jantar
Já é mais o habito que a sede…
Estava ela com o seu calçanito de dormir e uma camisola de alças.
Por sinal, bem confortável e leve. Daquelas que os bicos tesos parecem segurar o leve tecido…
Quando toca a campainha.
Aborrecida com a inoportunidade do chamamento, lá se levantou a esbelta e aborrecida menina (crescida)
E lá foi dançando a sua anca.
Ao chegar a porta, perguntou…
“Quem é?”
Nada… Apenas o escuro respondeu.
Encostou o ouvido a porta…
E pareceu ouvir uma respiração forte e calma.
Familiar aos seus sentidos…
“Porra!!” Exclamou!!
“A sms no tlm que não li !! ”
Encalorada pela ansiedade , lá foi numa pequena corrida espreitar o tlm…
“Abre !! Sou eu!” dizia na sms
“Merda!!” Sussurrou…
“Espera” escreveu em resposta enquanto ia buscar uma pastilha de morango…
Abriu a porta já a sentir as faces rosadas e quentes
“Deve ser da corrida” Pensou…
“Mmm… Olá, vieste a procura de alguma coisa a esta hora?”
“Sim!! De ti”
Disse a visita enquanto a puxava para si e a beijava sôfrego!!
“Que safoda a serie” pensou ela entre o ajudar a tirar a pequena camisola e a vontade de se esfregar contra o seu membro teso!””
Já estas a dormir?? Bom sono…

Read My Mind

Sexo e Paixão

TEXTO ERÓTICO|M18

Broxes e minetes.
Fodas e fodilhões.
Podem descrever de mil formas diferentes que nunca descrevem o próximo.
Foquem os pormenores
Descrevam as formas e os sítios.
O que conta é o sentimento e o desejo.
A diferença entre o acto sexual e o apaixonado.
O beijar uma mulher que nos tira o sono de paixão e o beijar a que da tesão.
O toque da língua ou dos lábios daquela que mexe connosco por mais desajeitado que seja toca nos nervos que nos arrepiam por dentro.
O chupar da boca que te excita mas não tira o sono é sexo! Tesão!
Entregares os teus sentidos à paixão é soberbo.
Sentires a tesão de estar na boca daquela que queres foder é orgasmico.
Dar prazer aquela que despiste em sonhos é o coração a dançar na língua.
Tocar no intimo da que te faz o pau teso , é arte !

Read My Mind