Já não era o meu corpo. Era o teu.

| Texto Erótico | Enquanto dançávamos com uma taça de vinho na mão, passaste a tua mão nas minhas coxas no exato momento em que elevava o vinho aos meus lábios… descontrolaste o meu corpo com o teu toque possante. Fraquejei. Estremeci e derramei o vinho que escorreu dos lábios, descendo pelos peitos até ao…