Hoje é o dia?

Um dia vais ser meu! Amanheço lentamente, ao som do bulício de uma cidade que desperta cheia de oportunidades e desejos, e não consigo deixar de te pensar. Perco-me na criatividade dos teus passos nus e no gosto dos gestos meticulosamente calculados com os quais te preocupas somente para me agradar. Deixo de me preocupar…

Sem querer eu te quis !

Sem querer eu te quis ! Não sei se foi sem querer… eu quis!! Desde aquele momento que despontou aquela tua magia que entrou e ficou… em mim….! Desde a tua mais ingênua atitude, da mais simples palavra, pela sedução, pelas afinidades, pelo impacto das emoções, pelo calor das sensações, eu quis… eu desejei ter…

Se eu tivesse Magia …

  Hoje apetecia-me entrar de fininho por debaixo da tua camisola e sentir o teu peito ,a tua pele, o teu respirar ! Queria olhar para cima , porque sou mais pequena … e ver os teus olhos sorrir … ….Consegues imaginar? Depois tentava esticar-me toda até tocar a tua boca com os meus lábios…

Ansiedade.

Ansiedade. Maldita sejas, a culpa é tua sua put@ que vieste pra ficar. Um tic-tac tortuoso tira-me do sério ele não me deixa pensar. És contraditória serves pró bem e pró mal, não tens vergonha fazes-me ser assim visceral. Quero tudo e quero agora mas ao mesmo tempo tenho medo desse querer. Pareço o “Chapeleiro”…

Hoje eu quero!

Texto erótico| M18 Hoje eu quero os meus olhos nos teus. Quero que me seduzas com o olhar e me faças estremecer só por saber o que tencionas fazer-me. Os teus olhos queimam quando o desejo ocupa toda a tua cabeça. Tu queres e eu também quero! Simples assim. Hoje eu quero que me dispas…

Já é primavera, lembras-te?

  Primavera, palavra mágica, para mim… E deliciosamente tão esperada. Não!… Não pela estação em si que chega com as borboletas a esvoaçar… essas eu tenho-as em mim e bem vivas, que vivem quando tu estás em mim, ou perto… Eu gosto de todas as estações desde que te conheci… Mas “primavera”… foi a promessa…

Apetites de querer (te)

Apetecia-me estar contigo. Mas de verdade… Vontades demais de ti. Assola-me a todo o instante, as vontades de querer-te. De ti em mim… A Vontade, mas não poder ter-te sempre que te quero… Sempre mais e quero não querer, mas vem o desejo e briga com o querer e juntos fazem-me serva de ti. Juntos…