Numa praia qualquer

Texto Erótico|M18 No quarto de hotel as coisas aqueceram, começou por me beijar a boca. Sugava os meu lábios, a minha língua… A boca dele preenchia a minha por completo. Estava um dia maravilhoso de praia, mas nos só queríamos acabar o que a tanto desejávamos. Ele foi deslizando com a boca para o meu…

I’m not feeling Gentle Tonight.

I’m not feeling Gentle Tonight. Sentado na poltrona sinto-me agitado, impaciente e de olhar fixo em ti… A luz de presença do quarto permite-me deslumbrar as ténues e sensuais curvas do teu corpo, o leve tom de café com leite da tua pele saliva-me a boca, o brilho negro dos teus cabelos me seduz… Meu…

Conto – Parte 1

Começou com uma mensagem provocadora, conversas banais. Estando ele tão longe dela eram as mensagens que lhe restavam. Ela bem tentava ignorar o “bip” do telemóvel quando entrava uma mensagem. Mas ela não resistia em ver se tinha sido ele ou não. Assim que via, ter sido dele ela lutava consigo mesma para não abrir…

Serei ninfo?

Texto Erótico|M18 Dentro do carro vamos em direção daquele Motel que tanto falas. O mar ficou para trás e o desejo aumentou. Adorava que me possuísses aqui mesmo dentro do carro mas tu preferes as quatro paredes. Chegamos. As minhas cuecas estão molhadas. Não aguento mais… Entramos no quarto, a porta fecha e eu já…

Substituis-me por um peluche

  O caminho para teu quarto não era mais distante, estava apenas a um simples beijo que te faria deslocar os pés do chão e saltar para meu colo, sussurras-te no meu ouvido para te levar até tua cama, assim fiz sem despegar meus lábios dos teus e as mãos das tuas nádegas já vincadas…

Não quero luz. Quero escuridão.

Fotografia: Via Pinterest Pára de me inventar e materializa-te JÁ à minha frente. Vem e derrete o meu sangue com os teus lábios quentes. Envolve o teu olhar no meu e encontra a paz na minha presença, assim como eu. Dá-me a mão e leva-me contigo. (Não quero saber para onde, apenas leva-me), e mima-me…

  Foi difícil adormecer esta noite, simplesmente não conseguia dormir… então abri a janela do meu quarto e, apesar da noite fria, o frio não se fez sentir na minha pele… Olhei as estrelas e então eu me vi a ser a criança que sonhava em caminhar na Via Láctea, escrever poesia e cantar as…