Arquivo de etiquetas: prometer

Pequenos gestos

Aparece.

Quero ver o teu ser.

Olha.

Quero perder-me no teu olhar.

Sorri.

Quero sonhar com os teus lábios.

Aproxima-te.

Quero estremecer com a tua presença.

Toca.

Quero arrepiar-me com a tua pele.

Respira.

Quero a certeza de que sentes.

Beija.

Quero provar o teu sabor.

Abraça.

Quero arder no teu calor.

Fala.

Quero ouvir a tua melodia.

Promete.

Quero ter-te para sempre.

Sente.

Quero sentir o teu coração.

Ama.

Quero viver o teu amor.

© Fox 2017 #69Letras

Prometo-te nunca te Amar , nem por ti me apaixonar.

 

12511675_10205395097625151_284473348_n

Prometo-te que nos iremos voltar a encontrar , prometo te nunca te Amar , não tenhas medo , prometo te não me apaixonar , não tencionou ficar , vou só passar novamente , suave e docemente , vou mimar te e ser mimada , beijar te de uma assentada , ficar em ti aninhada , sentir o teu cheiro e o teu calor mais uma vez , vou fazer te meu e ser tua , mas só mais uma vez .
Prometo-te nunca te Amar , nem por ti me apaixonar.

Raven #69Letras

Não , não digas quais são , já os provei .

934059_1639698712942526_3779338020505832555_n

 

Não , não digas quais são , já os provei .
São amargos , sabem a fel , deixam me mal , incapaz de me entender .
És um Cabrão , com todas as letras , sim és um Cabrão que me dá a volta à cabeça e me faz mal como o caraças .
Juro a toda a hora , não te voltar a provar , mas a minha resistência é nula e basta uma palavra para eu te procurar .
Odeio te com toda a minha vontade , mas é com toda a mesma que te quero , maldito sejas por me deixares assim .
À Segunda feira não te quero , nem de ti ouvir falar , para logo na Terça feira por ti já estar a ressacar , à Quarta feira encho me de coragem e mando te vadiar , à Quinta feira imploro para te Amar .
À Sexta feira e ao Sábado fico a desenjoar , prometendo que no Domingo nem sequer te vou provar .
E termino a semana novamente em tudo a errar .
És um Cabrão e aos teus efeitos secundários já me estou a adaptar .

Raven

Sem perguntas, sobes também…

04213b90dbd53470b37942b6788a6ce0

Segues-me em silêncio intrigado pela minha escolha.
Alcanço as escadas de serviço deixando o elevador para trás… os meus saltos ecoam pelo prédio em passos apressados enquanto as subo.
Sem perguntas, sobes também…
Enquanto sobes as escadas revelo-te as minhas intenções através de pistas largadas pelo chão.
Primeiro encontraste o cachecol no corrimão que já me asfixiava, seguiu-se o casaco pesado para dias de inverno como os de ontem, o vestido que elogiaste no restaurante, uma meia, e depois a outra, encontras o soutien e por fim as cuecas…
Os teus olhos alcançam-me no cimo do lance de escadas, e estancas a contemplar as minhas curvas expostas para ti. Juro que senti o teu toque através do olhar.
Os teus olhos devoram-me, dos saltos ao cabelo, parando, nas minhas coxas e no ventre, provoco-te e rodo para ti para que vejas tudo o que vais ter essa noite… sobes as escadas sem pressa.
Anseio-te.
Aproximas-te de mim, e seguras-me nos cabelos e prometes-me fazer tua essa noite.