Arquivo de etiquetas: prazer

Sem principio nem fim

ec3f011279b67cc1c3b7fb37b2cc50b3

Escrevo sem principio nem fim, a história surge a meio e está longe do fim. Gosto de continuações… foram tantos os inícios e fins…. saudades de continuar dia após dia, de me embrulhar na mesma personagem e no mesmo sentir.
Escrevo como gostaria de viver, já estar a meio e longe destes fins que me levam mais um pedaço.
Gosto do meio, onde os alicerces já estão fundados, gostos das histórias que escrevo onde conto momentos que nunca começaram e no ar fica o gostinho de um bocadinho mais… Assim sou também no que toca ao prazer, não anseio aquele orgasmo que me deixa sem força, gosto de estar a meio perdida de desejo onde o fim daquele momento ainda se encontra longe.
Meios sãos os meus infinitos onde tudo continua sem prazo de acabar. Gosto disso, gosto do que continua e me faz sentir estável.

Faz like na nossa página no facebook

Quem é este estranho que nada sei mas quero de volta?

a6915bd110921f35547aaf3c946c89aa

Esperei uma eternidade por aquele estranho como quem espera pelo fim de semana e quando finalmente chegou os relógios acordaram para o levarem junto com o tempo.
Já que te foste podias ter levado as nossas memórias também contigo ao invés de me deixares neste purgatório sem a tua pele, mas contigo a assombrares a minha mente e a invadires as vontades do meu corpo.
Quem é este homem que nunca quis saber que medos carrego?
Quem é este homem que desprezou a mulher delicada que sou, e me agarrou pelos cabelos e trouxe a chama ao meu olhar?
Nunca tive tanta força dentro de mim, como quando estava contigo. A minha mente era livre de violar e provocar o caos, o meu corpo descobri ser pequeno para tanto prazer e frágil para tanta perversão. Ah mas esta fragilidade deixou-me ainda mais louca e insaciável por desejo devasso.
Quem é este estranho que do sobrenome nada sei, nem de onde veio ou onde nasceu?
Deste estranho apenas conheço o olhar vazio com que acelerava a minha pulsação sempre que me olhava, decorei também aqueles lábios esfomeados de pecado, o meu olfacto absorveu o cheiro a animal selvagem e vadio que me atordoava os sentidos, e o meu corpo memorizou o tamanho daquelas mãos vis.
Ah, a forma como aquele estranho apertava o meu pescoço contra a parede num beijo sem espaço para fôlego é de perder a força nas pernas…
Quem é este estranho que nada sei mas quero de volta?

descobri que tu és muito mais que prazer…

0ab38cb90c6c2432daa4b06dc01c22dd

Existe uma memória da ultima noite, que ficou suspensa no meu olhar.
Nós dois sentados, frente a frente, despidos de barreiras e no ar o cheiro do nosso amor.
Tu és mais que prazer.
Despidos de roupas, olho-te. Gosta tanto de olhar para ti!
Se tivesse poderes, tornava aquela noite eterna e passaria a infinidade daquele momento a desvendar os mistérios da tua pele junto com os segredos que o teu olhar esconde.
Cumplicidade.
Dois corpos felizes e encantados um com o outro.
Estes dois corpos, éramos nós!
Nós! Não eu, não tu, mas nós!
Coro com o teu olhar e desfaço-me no teu sorriso.
Tu és atrevido, mas a minha espontaneidade faz-te rejubilar!
Tiro-te o ar com o fogo da minha juventude e enfeitiço-te com o desejo que carrego de ti que te deixo sentir.
Fazes-me contorcer nas tuas mãos vis, e enfraqueces a minha voz com os gemidos que me provocar.
Na memória da nossa ultima noite está a lembrança do nosso olhar.
Olhar cúmplice.
Olhar que assiste ao sonho a tornar-se realidade!

Prazer

Prazer
Prazer é o que sinto quando te vejo… Sim nem preciso do teu toque para sentir prazer .
O teu toque é tortura , é tormento que me percorre a pele .
Basta me pensar em ti para sentir prazer , prazer que me escorre das coxas , que me cai pelo canto da boca .
Quando sinto o teu toque abro me de par em par sem pensar , sem vacilar .
Por prazer !!!! Por este prazer … fazes me sempre Tua .

©Raven #69Letras