Beija-me

Beija-me Como se o amanhã Não fosse chegar E hoje fosse o derradeiro dia Para me amar.

Continue reading …

Pequenos gestos

Aparece. Quero ver o teu ser. Olha. Quero perder-me no teu olhar. Sorri. Quero sonhar com os teus lábios. Aproxima-te. Quero estremecer com a tua presença. Toca. Quero arrepiar-me com a tua pele. Respira. Quero[…]

Continue reading …

Perto ou Longe…?

Tão perto e tão longe À distância de um toque, De um sorriso, De um olhar, De uma palavra, De uns metros, De um telefonema, De uma cidade, De um oceano, De uma estrela, À[…]

Continue reading …

Com os seus olhos me fascinou Com o seu sorriso me encantou No mistério se envolvia Quando me sorria era pura magia Dávamos as mãos E ouvíamos o coração No silêncio de um olhar Voávamos[…]

Continue reading …

Escreve-me | Poesia: Florbela Espanca

Escreve-me! Nem que seja só Uma palavra, uma palavra apenas, Suave como o teu nome e casta Como um perfume casto d’açucenas! Escreve-me! Há tanto, há tanto tempo Qeu não te vejo, amor! Meu coração[…]

Continue reading …

Tenho fases, como a lua | Biblioteca Online | Cecilia Meireles

Tenho fases, como a lua Fases de andar escondida, fases de vir para a rua… Perdição da minha vida! Perdição da vida minha! Tenho fases de ser tua, tenho outras de ser sozinha. Fases que[…]

Continue reading …

Saudade – Pablo Neruda

Saudade – O que será… não sei… procurei sabê-lo em dicionários antigos e poeirentos e noutros livros onde não achei o sentido desta doce palavra de perfis ambíguos. Dizem que azuis são as montanhas como[…]

Continue reading …