Arquivo de etiquetas: podolatria

Fetiches

Olá cambada de taradinhos como vai isso?

Está um calor que não se pode né? Por falar em calor resolvi esquentar o tema da semana e focar num assunto apenas.

FETICHES….Yeahh, são uma carradas deles mas antes de vos mostrar uma listinha catita vou explicar a definição da palavra, pois muita gente confunde fantasias com fetiches e para que a coisa fique clara e não se enganem mais cá vai.

Fetiche- (francês fétiche, do português feitiço) Continuar a lerFetiches

Pés, saltos e coisas boas.

Olá de novo vamos falar de um assunto do qual gosto bastante , eles são lindos, fofinhos e quase todos cheirosos lol.

Pés e Podolatria, preparados?!
O que é um Podólatra?
Nada mais é que um fetichista por pés 🙂  agora pode haver conotação sexual por exemplo para os podólatras que o contacto com os pés conseguem ter satisfação completa uma das formas mais comuns é o belo do “footjob”, enquanto para outros apenas a parte visual é o suficiente.

Eu adoro podólatras e agora trazendo um pouco de D/s à conversa faz todo o sentido que um submisso o seja mas nem todos têm particularmente este fetiche e por exemplo tudo o que tenha a ver com adoração aos pés passa por ser humilhante.

Enquanto um submisso podólatra é quase que fonte de prazer tudo o que tenha a ver com os pés da sua Rainha 😉
Se forem bonitinhos então é um jackpot na certa.

O fetiche por pés pode ser muito complexo, já falei com várias pessoas que têm esta parafilia e fiquei a saber que há gostos para tudo, desde pés calçados com belíssimos saltos ou o oposto sabrinas rasas.
Desde pés dentro de meias de vidro ou pés descalços.
Uns gostam mais dos dedos outros da planta do pé, arco,as unhas e a lista é longa meus caros.

Não sei porque algumas mulheres acham que isto é esquisito ou uma taradice.
Eu cá acho um máximo, e agora falando para as leitoras !!!

Meninas se o vosso mais que tudo for um podólatra dêem uma oportunidade nem que seja de vos fazer uma bela pedicure com direito a massagem, não precisa de ser uma coisa assim estranha tá?!

Por falar em coisas estranhas e Kinkys existem vários gostos que podem deixar-vos de olhos em bico.
Falemos de CHULÉ…esse cheirinho que odiamos ter nos sapatos ou nos ténis do ginásio é fruto de baita tesão para muita boa gente.
Inclusive é comum a venda de sapatos com este odor que para alguns é um néctar divino, quanto mais gasto e velhos o calçado melhor.

Mas depois temos aqueles malandrecos que numa esplanada de café eu sempre que topo um e se for de verão está tramado que enquanto eu não fizer de tudo para ficar excitado não dou tréguas.
Existem certos movimentos que nós mulheres fazemos que podem resultar numa erecção na certa e às tantas a maioria de nós nem se apercebe que está literalmente a dar com alguém em doido.
Eu quase que tenho um radar e vejo-os a milhas, assim que noto que olham para os meus pés até descalça fico eheheh.
Não há nada melhor, que sol uma esplanada, mini fresquinha um pires de caracóis e um podólatra a olhar para os meus pezinhos até chegar ao ponto de ele se esquecer que está num café e que veio acompanhado ,lolol.

Sabem os ditos movimentos que falei?

Têm nome chama-se Dandling em inglês,  significa abanar ou balançar, acontece que as mulheres fazem isto muitas vezes sem dar conta por exemplo quando estamos de pernas cruzadas e por algum motivo estamos ansiosas temos tendência de abanar o pé ou simplesmente porque estamos relaxadas e nos apetece mexer o pezinho, pois isto tudo é tortura para alguns então se o sapatinho escorrega uiiiiii está tudo estragado.

A polodatria e o BDSM andam de mãos dadas inclusive algumas práticas comuns se o submisso tiver esta vertente terão um significado completamente diferente.

Por exemplo o Crushing (esmagar) um submisso/a que não seja podólatra esta prática pode ser feita mais numa situação de infligir humilhação ou então castigar, já por outro lado para outro é quase que o auge de excitação uma Dominadora pisar a cara ou outras partes do corpo.

Temos também o Trampling que nada mais é que o ato de pisar alguém calçado ou descalço, no começo é uma prática que temos de estudar um pouco anatomia afinal alguém suportar com o peso de outra pessoa não é brincadeira nenhuma.

Mas pézinhos á parte porque nem tudo se resume a isso existe ainda a outra maravilhosa vertente do calçado.

Botas, botins, sandálias, sabrinas enfim existem para agradar a gregos e troianos cada um com a sua preferência.

Acho que ninguém me vai contrariar quando digo que toda a mulher fica mais charmosa com uns belos saltos altos (de plataforma então uiiiii)

A verdade é que no que toca aos sapatinhos as mulheres adorammmmmmm gastar dinheiro nisso, e faz todo o sentido pois um belo par de sapatos pode mudar a nossa auto estima, humor e até conseguem mostrar um pouco da nossa personalidade .

Mas a aquisição de sapatos não se resume só a mulheres, muitos homens os compram e têm autenticas colecções, afinal alguns são obras de arte que foram criadas para serem admiradas e calçadas.

A meu ver faz bastante sentido que os homens se sintam atraídos por mulheres de saltos,  para mim quando penso na palavra fetiche a primeira imagem que me vem à cabeça é um par de pernas com meias de liga e uns sapatos fechados claro que para outros pode ser uma mulher com um catsuit e umas valentes botas de PVC brilhante .

O calçado é uma extensão das pernas e o aspecto visual muda drasticamente quando alguém tem um par de saltos altos calçados seja homem ou mulher, muda tudo até a postura se torna mais dominante e confiante.

Por isso aos leitores do sexo masculino da pagina 69 letras venho dar aqui um conselho, se algum dia tiverem na duvida de uma prenda a oferecer esqueçam lá as rosas os chocolates ou os vouchers de massagens ofereçam sim um lindo par de sapatos altos ,elas agradecem e vocês agradecem me a mim depois ok?!

Espero que tenham gostado das fotos 🙂 são minhas lolol.

Fiquem bem 69´nrs e não caiam do salto.

Lambidelas, ©Misses Kat 2017 #69letras

Dominadoras

Vamos falar de FEMDOM

(Female Domination)

Ora bem, cá está um tema que eu adorooooooooo!

Pois bem, neste vasto e maravilhoso mundo do BDSM existem vários tipos de Dominadores, Dominadoras e assim como tipos de submissos/as.

Para já explico vos resumidamente a nomenclatura associada a Dominadoras.

Lady – Por norma são dominadoras que costumam ter relacionamento e envolvimento pessoal com o seu submisso juntam o mundo baunilha ao bdsm, ou seja, além do relacionamento DS (Dominação-Submissão) são esposas, namoradas dos seus submissos/as.

Domme – SÁDICASSSSSSSS! (brincadeira).

Domme tanto pode ser usado como diminutivo de Dominadora ou como titulo de uma dominadora que goste de práticas mais sádicas, geralmente há sempre sofrimento físico e psicológico envolvido.

Deusa – O nome diz tudo, não?

Eu mesma me considero um pouco de deusa.

São Dominadoras que são o objeto de veneração por parte do submisso/a, seja física ou psicológica.

Idolatria acho que é a palavra que mais define um tipo de relação de um Sub para com a sua Deusa.

Dominatrix – É uma Dominadora profissional e tributada.

Ao meu ver são quem mais reúne conhecimentos sobre as praticas de BDSM afinal não estão ali para brincadeiras.

Já agora uma curiosidade, se virem que a palavra tem mais que um X no fim significa que essa ProDomme faz sexo com penetração nas suas sessões.

(a não ser que tenha colocado porque achou fixe e olha não sabia disto eheheh)

Mistress ou Mestra – Por norma o Mistress é titulo para uma dominadora com conhecimento teórico e aprofundado de BDSM, mesmo nas práticas que não são da sua preferência.

Atenção que Mestra já varia um pouco pois é como uma Mentora que além de partilhar o seu conhecimento geralmente encaminha e tem debaixo de sua alçada iniciantes.

Rainha – huuuuuuuuuu tb gosto desde título… Muito, Muito, Muito!!!

A Rainha é uma Dominadora com preferência para práticas que envolvem podolatria.

Para quem não sabe fetiche por pés ou parte deles, provavelmente este fetiche irá ter um destaquezinho numa futura conversa, pois tenho de vos dizer que tive a oportunidade de falar com alguns podolatras e tenho particular carinho por eles.

Para mim não há nada mais submisso que um homem de joelhos a acariciá-los como se fossem a coisa mais incrível do mundo.

Espero não me ter esquecido de nenhuma ?

Uma coisa posso dizer que todas temos em comum a personalidade forte, por norma são mulheres que sabem o que querem e quando querem.

Um toque, uma palavra um simples sinal ou olhar é o suficiente para fazer com que um sub entre num estado de submissão mesmo que ambos estejam em contexto público.

Certas coisas não se aprendem, nascem connosco e ser Domme é assim, faz parte de nós.

Para finalizar independentemente de ser Rainha, Mistress, Lady, Dominatrix, Domme ou Deusa, são mulheres que conquistam o respeito de quem as rodeia, não as confundam com mulheres que querem impor respeito, apenas porque usam um destes títulos num nickname.

Cuspidelas na cara, Misses Kat #69Letras