Arquivo de etiquetas: pijama

Mulheres, acordem! (De nós Homens para vocês, Mulheres)

Mulheres, acordem!

(De nós Homens para vocês, Mulheres)

Nós, homens, não nos importamos se tu falares com outro homem. Não nos importamos se vocês são amigas de outros homens, mas quando vocês estão sentadas connosco e um homem qualquer aparece e vocês saem a correr e pulam para cima dele, sem sequer nos apresentar primeiro, é bastante irritante. E não ajuda se vocês o chamarem para se sentar connosco e ficarem a conversar dez minutos com ele sem nem se darem conta do facto de que ainda estamos ali.

Não nos importamos que um homem te telefone, ou te mande uma mensagem, mas se isso acontece às 2 da manhã, incomoda-nos um pouco, sim. Nada de tão importante costuma acontecer às 2 da madrugada que não possa esperar até ao amanhecer. Além disso, quando te dissermos que tu és bonita, linda, estonteante ou maravilhosa, nós estamos a dizer a verdade. Não digas que estamos errados!

Em algum momento nós vamos parar de te tentar convencer. A coisa mais sexy numa mulher é a confiança. Mas ter confiança não significa ser convencida. Não se irritem quando abrimos a porta para vocês. Aproveitem e abusem do nosso humor. Deixem-nos pagar as coisas para vocês! Não se “sintam mal”, nós gostamos de fazer isso.

Sorriam e digam ”Obrigada”. Beijem-nos quando não há ninguém a olhar. Mas, se vocês nos beijarem quando sabem que alguém está a olhar, ficaremos impressionados. Vocês não precisam de se arrumar para nós. Para começar, se formos sair com vocês, não precisam sentir necessidade de colocar a vossa saia mais bonita ou passar todos os tipos de maquilhagem que vocês têm.

Gostamos de vocês pelo que vocês são e não pelo que vocês têm. Sinceramente, eu acho que uma mulher fica mais bonita de pijama ou com uma camisa minha e um calção qualquer do que toda embelezada. Não levem tudo o que dissermos a sério. Piadas e brincadeiras são coisas lindas. Tentem ver a beleza delas.

Não se irritem tão facilmente. Não estejam sempre a falar sobre como o Chris Brown, o Brad Pitt ou o Taylor Lautner são lindos. É tedioso, e nós não nos importamos com isso. Vocês têm amigas para isso. E meninas, isto é o mais importante: se um homem não te está a tratar bem, não esperem que ele mude! Dispensa essa vergonha para a população masculina da Terra, e encontra alguém que te trate com respeito. Alguém que honre o seu código moral. Alguém que te faça sorrir mesmo no teu pior momento. Alguém que goste de ti mesmo quando tu erras. Alguém que pare o que está a fazer só para te olhar nos olhos e sorrir. Dá uma chance para o homem simpático.

Qualquer homem que não seja imaturo vai concordar com isso. A vida é curta demais para se ficar a reclamar de tudo o que aparece no nosso caminho, então vamos parar, e começar a cheiras as flores da vida, porque nós podemos nunca mais ter essa oportunidade. Pára e aproveita porque cada uma é diferente à sua própria maneira. Corram riscos porque se não der tudo certo sempre haverão mais flores para cheirar.

O Vizinho #69Letras

Esta noite sonhei contigo. Sabe-se lá porquê!

b92aedd9c3cfb8259db525f348ed1068

+18 | Texto erótico |Sabe-se lá porquê estavas sentado à beira de uma cama, e eu em pé à tua frente.
Isto sim é estranho, que estávamos nós a fazer num quarto?
Lembro-me que estávamos a conversar dos assuntos já habituais entre nós, quando de repente sou invadida por um louco desejo momentâneo.
Naquele instante, apenas via o movimento dos teus lábios, mas nada ouvia. A minha audição estava atordoada. Os meus sentidos estavam apenas centrados no calor que surgia entre as minhas coxas.
Um calor invadiu-me, suores frios caiam sobre mim, e naquele quarto, para aquele momento, só tu estavas lá, creio que se não me aceitasses amar naquele instante, acabaria por desmaiar com tanto tesão.
Por favor, deixa-me sentar em ti – Pedi-te.
Não fizeste perguntas, nem brincaste com o meu pedido, apenas te prontificaste libertando o teu s3xo dentro das calças, dispo as calças do pijama ( porque raio estava eu de pijama?), e sento-me em ti.
Ali, tu sentado na beira da cama, eu sentada sobre ti, fomos um só.
Tu impulsionavas-te para mim, e eu empurrava-me para ti… esfregámos-nos numa melodia perfeita, por um tempo que parecia infinito, pois os nossos corpos libertavam agua, o cansaço na respiração ja se ouvia, mas o desejo não desvanecia…
Entretanto acordei, ainda a flamejar entre as pernas… mas tu já não estavas lá…

© Cátia Teixeira 69 Letras 2017