Arquivo de etiquetas: perigoso

Mereces castigo…

TEXTO ERÓTICO|M18 Serei a tua sorte, ou o teu azar, sou gata assanhada, por ti atiçada, sem dó nem piedade, e tamanha ansiedade, que preza por me provocar, o que quero sem medo, desse teu segredo, desafiar o teu perigo, ter-te comigo e condenares-me ao degredo.

Hoje não minto, serei o teu castigo, saberás o que sinto, e que tudo consinto, levo-te ao limite do teu ser, amarro-te e rendes-te ao prazer, deste meu castigar, as garras de fora deitar, e se me apetecer, o teu corpo marcar, e a alma tatuar.

O teu corpo aos poucos desflora, pede para ser castigado, pelo pecado cometido, de tanto me teres tentado, e essa gota que libertas, as minhas vontades despertas, desse gosto doce e salgado, néctar dos Deuses libertado, que degusto sem moderação, levo-te ao limite da condenação, do castigo desejado, que irá ficar marcado.

O orgasmo é o teu castigo, desamarro-te ciente do perigo, o desejo terei que aguentar, de em mim te fazer entrar, e em mais uma noite marcada, viro-te as costas assanhada, a tentação tenho que ignorar, ou não seria castigar.

© Miss Kitty 2016 #69Letras


Entrelinhas…

Quero cada curva, dessa pele que é tão tua, desse corpo perfeito, que ninguém pode pôr defeito, que me deixa a alma nua, e me acelera o peito, que é pedaço de mau caminho, neste jogo tão perigoso, tão deliciosamente caprichoso, e tento ganhar com jeitinho.

Quero sentir o teu toque, que me tira toda a calma, esse toque que toca a alma, me arrepia todos os poros, e cada centímetro que vejo, quero percorre-lo com os dedos, saboreá-lo num beijo, de especiarias condimentado, e cheiro a desejado, que desvenda os teus segredos e sossega todos os teus medos, de tão adocicado e intensamente degustado.

Quero sentir quão doce é, o bater do teu coração, esse que tens defendido, porque nele perdeste a fé, tão triste, gelado e ferido, quando te entregas à paixão, torná-lo descompassado e livre, por baixo dessa pele que vejo, e que me engrandece o desejo.

Quero que me sintas, nestas palavras que escrevo, pois dizer-te não me atrevo, e que me leias nas entrelinhas, desvendando vontades minhas, reescrever o teu destino, fazer-te voltar a menino, e neste jogo perigoso, da sorte ser o teu trevo.

Miss Kitty #69Letras

O prazer é…!

d668d96cbed23a8602739668d4087199

O prazer é abrir as mãos e deixar escorrer sem avareza o vazio-pleno que se estava encarniçadamente prendendo. E de súbito o sobressalto: ah, abri as mãos e o coração, e não estou perdendo nada! E o susto: acorde, pois há o perigo do coração estar livre!
Até que se percebe que nesse espraiar-se está o prazer muito perigoso de ser. Mas vem uma segurança estranha: sempre ter-se-á o que gastar. Não ter pois avareza com esse vazio-pleno: gastá-lo.

Clarice Lispector

Fotografia: Via Pinterest