Punhais

Dou por mim a contar os anos que me fugiram entre os dedos, os momentos que não tive a felicidade que não existiu. Não digo o que penso, vomito palavras que mais parecem punhais. Corto-te ao meio na esperança de me encontrar  mas não estou lá.. Perdi-me de ti ou talvez nunca lá tenha estado, nessas…

Recomeçar

Se para muitos o período de Natal e início do ano é um período festivo cheio de alegria e sentimentos de rejubilo, para mim juntamente com o mês de Janeiro é um período de reavaliação. Como muitos da minha geração tive o privilégio de ser criado criado pelos meus avós maternos, dentro dos seus valores…

… nadou mas em nenhum porto atracou!

Percorreu o mundo numa fome incessante, saltou de cama em cama, conheceu Freya e derreteu-se com o canto de uma sereia, confundiu casas de alterne com oásis e viu-se perdido num deserto sem fim. Conheceu e cometeu o pecado, se era proibido ele estava a favor, a alma era curiosa e o diabo tentador. Dizia-se…

Sinto falta de algo mais

As vezes sinto falta de algo mais, aquilo que de ti tiro que te das a conhecer, não chega para escrever tudo o que gostaria de escrever. Sei que gosto de ti, como seí que essa tua maneira de ser tão tua, de eu ao tentar entrar em ti e tu não quereres ficar nua,…

Parabéns a ti, és um merdas! Cuidado com eles

Visita-nos no facebook Desfiz finalmente o emaranhado de memórias com que fiquei e deixa que te diga que me conforta saber que fiz tudo o que podia para salvar aquele amor que um dia senti e tu encardiste com as tuas ações. (Parabéns a ti que um dia destruíste o que de mais belo tinha…

Gélido coração que pela espera anseia.

Gélido coração que pela espera anseia. Na inquietude da incerteza meu pensamento vagueia, como se o que se toma entre vales perdidos, não mais volta de coração pleno. Quando o mundo se funde no infinito e o mar acaba, pelo teu abraço e teus beijos, deitado no batel da vida, formo poemas em forma de…