Lágrimas salgadas

Quando acordei o sol fustigava-me a cara. O sal daquela maresia de final de tarde de outono na praia, cravava-se sem contemplações no meu rosto como punhais de Naruto. Eu estava febril, a minha pele[…]

Continue reading …

E dizia eu…

Acho que a minha alma não estava ali, saiu do corpo parar me “mirar” de fora. Estava apenas o meu corpo e as minhas vontades que eram tantas ! Sentia-me encantada….. se é que ainda[…]

Continue reading …

Ilusões ??!?

Quer queiramos ou não, somos assim, básicos e agarrados a sentimentos que passamos a vida a negar… talvez com receio de sermos considerados “seres fracos”, pelo simples facto de sentirmos demais! Agarramos-nos com tudo o[…]

Continue reading …

…O tal defeito meu !

Foi um deslize, Uma fraqueza comum,acontece! Não devia ter-Te falado tanto… E tão de dentro! (o tal defeito meu,falo demais) Deveria ver com mais atenção a própria atenção! Deixar de brincar às fases e usar[…]

Continue reading …

Nós também gostamos disso…

“Tarado!” Ultimamente só recebo elogios destes. Sim elogios, leste bem pois eu considero que quando o fazem é sempre com um sorriso safado nos lábios. E confesso que me aproximo muito desse registo de safadeza[…]

Continue reading …

Alguém na minha condição

Não adianta, não vale a pena! Não consigo f@der sem fazer amor! Meu alter ego bem me guia para constantes engates, divertimentos one nigth stand mas meu corpo nega, meu Eu racional abana comigo e[…]

Continue reading …

O que me importa que Te chegue!

Gosto de escutar os olhos que sentem… sentem as leituras da Alma e as vontades que geram e vivem! Gosto de risos longos ou curtos , que sejam expontâneos! Gosto de perder-me e brincar com[…]

Continue reading …