Arquivo de etiquetas: Pensamentos da vida

O que há de novo para descobrir?

Julgam que é só os jovens que tem algo novo para descobrir, para aprender?
Engano
Mesmo quem envelhece tem sempre algo novo para descobrir.
Os jovens julgam que com o avançar da idade, que deixamos de sentir, de viver, de amar. Que vemos o mundo distorcido.
Ah! Como estão tão cegos, quanto ainda tem de aprender, ver.
A idade não nos envelhece em nada, simplesmente a nossa forma de pensar e ver a realidade é mais madura, mais ponderada.
Mas ao ser assim, não invalida que deixemos de cometer loucuras e atirarmos-nos de cabeça para determinadas decisões.
Enquanto os jovens vêem e jogam-se. Nós os mais maduros já fizemos o trajecto mental e aí… de pés assentes no chão lançamos os dados até fazer roll out.
Em novos temos aquela ânsia, aquele desejo voraz de fazer tudo, experimentar tudo.
Parem!! 
Não tenham pressa.
Porque quando chegarem à idade dos vossos pais, irão ser sedentários, vão olhar à vossa volta e perguntar.
O que há de novo para descobrir?
Nada..
Falo pela minha experiência, não gastem os vossos sonhos, as vossas experiências de uma só vez.
Fazei aos poucos, vivei. Apreciai o que cada momento, cada pessoa vos pode dar e transmitir.
Quando chegarem aos 40, 50, 60 irão olhar para trás e perguntarem-se já fiz tanto, realizei tudo o que gostava.
E, agora!… Agora que poderei descobrir?
Nada
As vossas vidas serão monótonas, cinzentas, sem sabor.
A única coisa, o único sentimento que é eternamente redescoberto, que persiste por todas as décadas é o Amor.
O Amor é algo que poderás sempre descobrir de novo, se for essa tua vontade.
Amar na juventude é intenso, impulsivo, arrebatador e por vezes passageiro.
Amar na idade madura é transcendente, bastar um olhar, um gesto e ambos sabem o que querem, o que desejam.
Não precisam de ser relembrados de como tem de amar a alma e o corpo.
Amar na velhice é doce, é uma brisa suave que te toca o rosto e te enche o coração de esperança e desejo.
© Lola 2017 #69Letras

Pensamento meus ….

Deslocada de tudo, longe dos barulhos da cidade,
aproveitando o embalo do vento, o som de fundo … lá longe da brisa forte nas dunas ,com as areias que teimam em picar a pele…
A minha mente descalça-me os pés que repousam na areia fina e dourada
e despe-me a Alma …
Se há momento de parar , desligar por completo e fazer um acerto nos pensamentos, seria este !
Não sei a quantos quilómetros me encontro do “meu mundo” …
A verdade é que evito pensar na confusão desse “meu mundo” com receio que a leve brisa vire tempestade de areia !
… Mas há pensamentos …
Não sei a quantos quilómetros estás de mim neste momento !
Apesar de achar que a distância entre nós é apenas um pequeno pormenor, com o desenho do mapa.
Acho que sempre me senti próxima de ti!
E sim , és um pensamento constante, daqueles que venha brisa ou tempestade, está sempre presente !
Marcaste-me sim , percebi que não tinha a real ideia do que estava a acontecer comigo, nem sabíamos o que estávamos a fazer um ao outro.
Cada qual do seu lado da tela,a milhentas léguas de distância e ainda assim era como se eu conseguisse ver o reflexo do teu sorriso, a cada troca de palavras …
Eu não imaginava que fosse tão forte , juro que pensava que tudo era equilibrado, uma química passageira e que talvez nem ficarias tão presente no pensamento!
Sinceramente não sei se te avisei antes,o quanto intensa sou nos pensamentos e com o quem me marca, costumo falar demais !
Falo sim, sabes disso …
E sempre sinto muito em tudo o que falo,excedo-me nos sentires e contigo não foi diferente ,ou melhor, até foi …. justamente por ter conhecido a parte de mim que cedeu.
Tu foste diferente pêlo tanto em ti que me despertou.
deixei que conhecesses as minhas dores, deixaste-me conhecer os teus abismos,
Apaixonei-me pela tua alma, pela maneira como pensas, pela maneira como escolhes as palavras, como as escreves , como as usas para esconder os teus sentires…como reages, como me falas, como te envolves em diferentes situações!
O teu jeito único e genuíno !
Aqui tão longe de tudo , evito pensar ….
Quase nada me entra no pensamento , apenas a saudade da minha princesa que está no brilho do meu olhar, soltando em lágrimas e risos ao som da sua voz no telefone… E este pensamento cativo de ti, que se emaranhou na minha mente ,
Mesmo sem te poder tocar, sem te sentir perto, ou poder cair nos teus braços, sinto toda a tua energia ,a que usas e a que me passas .
Conheço-te absolutamente sincero,
Em todos os teus lados, o bonito, o stressado ,o lado que não precisa de se preocupar com o  o lado de dentro que diz tudo o que pensa,

tu genuíno !
….Conheci tua alma nua, aquela a que a tão poucos mostras!

E ainda aqui ,por entre as brisas no meio das dunas , és dos poucos pensamentos impossíveis bloquear … é pensamento livre , passeia-se na mente , permanece, conforta-me, mima-me … é Meu !

©*MySighs* 2017 #69Letras

A rua desta vida…

Caminhas meio dormente pelasruas molhadas.

Sentindo as dores da vida…

A calçada de piso disforme ,ajuda a lembrar as tropelias e falta

de recato que deste ao corpo.

O vento que carrega o ar frio e te faz semicerrar os olhos…

Deixando os restantes sentidos alerta…

Sentes o choque do quente que sai do café aquecido …

Misturado com o cheiro apetecível do café acabado de tirar .

O som dos putos a discutir as tropelias da escola , como se este inicio de vida já fosse o pior dos males.

Passas pela poça como se o esforço de te desviares fosse uma perda de tempo que já não vais tendo.

Vislumbras mulheres “trabalhadas”

Mulheres simples e belas…

Suavizas o frio interior com o calor que emanam…

A rua acaba…

O tempo de parar acabou…

Voltamos ao muito fazer que a nada nos leva.

E tudo se repete…

Com mais dores…

Mais lento…

Mais pesado no tempo que acelera…

©Read Mymind 2017 #69Letras