E se coubesses num abraço ?

  E se coubesses num abraço ? Se coubesses encostada ao peito, junto ao coração arrancando um pedaço do que dele resta e ali ficasses na quebra da solidão ? E se te encolhesses entre meus braços ? E suspirasses numa paz que ao pensamento te livrasse de embaraços que a vida te traz ?…