Exteriorizações da memória

Confesso que precisei de saber. Precisei de saber se realmente valeria a pena esperar e lutar por ti. Não foi fácil estar horas deitado no sofá a ouvir aquelas memoriosas músicas do VH1 que me lembravam o quanto inocente e ignorante era eu na Arte da Sedução (sim, seduzir é uma arte, resistir faz parte)…

Geografia das curvas

Traças cada curva do meu corpo com os dedos, cada caminho onde se escondem todos os meus medos, como que se um mapa explorasses, terra virgem desbravasses, entre estradas e arvoredos,

Hoje, mando eu….(talvez)

Texto M/18 Hoje não te vou mimar…vou amar-te rigidamente… Olha bem fundo no meu olhar…e prepara-te para as putices que te vou sujeitar… Vais sentir a dureza das minhas mãos…a agarrar-te, puxando-te para mim…

Perdidos no tempo…

Hoje não quero perder tempo, quero que o tempo se perca em mim, em ti, em nós… Hoje quero-te assim, sem limites, nem de tempo…

Apenas sente…

Apenas sente… Deixa-te levar, deixa-te ser conduzida pelo teu lado mais escondido que não abdicas mas teimas em ocultar…

Apeteces-Me!

Hoje apetecia-me olhar-te de frente e abraçar-Te! Apetecia-me aconchegar-me nos teus braços, sentir o teu calor e o teu cheiro que sei que me acalmam! Apetecia muito sentir o beijo dos teus lábios nos meus! Queria fechar os olhos e ouvir a tua voz sussurrar-me com mimo ao ouvido! Hoje …. Hoje é a primeira…

Perfume…

Hoje não sou eu… Também tenho os meus momentos de insanidade controlada que me descontrola.