Pedaços…

Pedaços… A minha vida não passa de pedaços, pedaços de mim, como um livro em que foram arrancando folhas e cada folha desfizeram em mil bocados. Cada dia, cada folha, é uma página da vida que tento virar mas insistentemente teimam em rasgar, seja com palavras ou com atitudes, que cortam, magoam e ferem. Mas…

Ele é apenas apaixonado por um amor que já sabe que existe.

  Nem sempre quando escrevo é sobre um rosto específico, na verdade foram vários os rostos que à sua maneira me marcaram e deixaram de si em mim. Então pego nos vários pedaços das várias paixões que guardadas, misturo-os como se pertencessem a uma só pessoa e é para este todo que escrevo. Um rosto…