O teu olhar escutou a melodia do meu respirar na pauta do meu decote

    Estava sentada no tapete e encostada ao sofá, tu tinhas terminado de nos servir duas taças de vinho. Olhamos-nos e respiramos vontade. O vinho nos lábios substituiu as palavras, os nossos olhares brotaram[…]

Continue reading …

Acordei quando o sol já me aclarava o rosto

Ouves os pardais lá fora? Aposto que sim, que ouves!! jurava que no sonho da noite passada me cantarolavas aos ouvidos La traviata… Foram eles, não foram? Ensinaram-te as notas e os segredos da pauta[…]

Continue reading …