Acordar contigo

Aquele suspiro preguiçoso de quem acorda feliz… É a primeira memória deste dia que amanenhece com o teu cheiro, que me faz sorrir enquanto me espreguiço de encontro ao teu corpo que repousa ao meu lado. Enrosco-me, sabe bem estar envolvida no teu abraço de urso, sabe a conforto, a segurança… Alcanço a tua face…

Uma rapidinha entre canais e uma porta fechada!

Não consigo pensar em nada mais triste do que um fim de um amor. Uma porta fechada, um quarto morto apenas com o som de uma rotina: deitar para cedo erguer para trabalhar, voltar jantar e tornar a deitar.

Ilumino-te. Apagas-me. Acendo-me e roubas a luz.

O único pecado que existe é não estares ao meu alcance, como poderei eu saciar-me se não te tenho aqui onde és preciso? Preciso-te para que me preenchas com os teus pedaços de homem trágico. Luz todos a temos, mas quantos de nós entram no quarto escuro da alma em que habitamos? E desses quantos,…

Não interessa quantos são

Não interessa quantos são. São todos filhos do coração, quem diria que eu teria um coração de tal tamanho. Os dias correm, corremos com eles de tal forma que perdemos demasiado à nossa volta. Tomamos por certo tanto que nos escapa entre os dedos. O vosso crescimento, meus queridos sobrinhos. Os vossos medos, receios, vontades…

Encho o copo de vinho enquanto encho a banheira!

Dias exaustivos… Esgotada a minha cabeça está! Chego a casa e antes de encher o copo de vinho, encho a banheira. Enquanto a água corre sinto-me cada vez mais ansiosa… só de ouvir o som da água..! Saco a rolha deste belo vinho… aquela garrafa guardada desde sempre para estas ocasiões em que anseio a…

Miss Lost #69Letras

Eu sou autêntica…  transparente nas palavras.  Sem máscara.  E transmito na escrita por vezes o meu amor pelos outros,  a minha ira,  os meus pensamentos,  os meus sofrimentos, a minha imaginação.  É como se me libertasse, e tudo ficasse resolvido na escrita… Tudo aquece com as palavras. Tudo se transforme na escrita… Desde cedo que…

A que me faz sentir muito mais além do prazer.

Ela dança triunfante sob o toque das minhas mãos nas suas curvas, o corpo dela reage como se na ponta dos meus dedos existisse a elegância de um pianista, como se o meu toque fosse  refinado, mas tudo o que tenho são estas mãos robustas, grandes e largas, de dedos compridos e grossos onde a sinto…