Vida é preciosa

Tu não tens noção do quão a vida é preciosa Não tens noção do milagre que é acordar no dia seguinte Não tens noção da alegria e compensação que tens por cumprimentares e dizer o quanto amas a quem te é mais próximo, Até…. Até ao dia em que te tiram o chão debaixo dos…

escritora? Eu? Nada disso.

Hoje escrever é como conversar com um velho amigo, o papel sabe tudo em primeira mão, a caneta sente a força das minhas emoções e a tinta são as lágrimas e sorrisos que me acolhem. Tudo começou sem avisar assim como todas as coisas da vida que chegam de surpresa. Foi numa noite, estava sentada…

O meu mal foi amar-te…

Parei de lamentar a tua partida. Afinal foste por livre vontade. O meu mal foi amar-te… Amar-te pra caralho! Gostei mais de ti que de mim mesmo. E foi exactamente esse o problema. Demorei para entender que a esperança no amor não faz milagres. Demorei para entender que o que um não sente dois não…

Represento.

Ilustração: Adara Sanchez Anguia Como eu consigo? Não consigo. Visto cores alegres para esconder a alma, e uso falsos sorrisos sinceros para ajudar nesta farsa. Ao fim de várias repetições vai-se tornando mais fácil fingir que não tenho saudades tuas, e que não choro a tua partida. Como eu consigo? Não consigo. Represento.