Engasgo

.   As palavras prendem, elas teimam em sair. Sufoco tudo o que quero, tento esquecer e deixar ir. Conto os meus passos e revejo as minhas decisões. Controlo-me, meço e peso todas as acções. A minha garganta deu um nó, nunca disse o que devia dizer. Vivo com este engasgo de quem não quer…