Arquivo de etiquetas: paixao

Fantasias a pedido

TEXTO ERÓTICO M|18 󾬥 󾬥 󾬥󾬥 󾬥 󾬥
Retribuição do desafio da #Lilith
A nossa amizade é curiosa, não é só colorida, é um verdadeiro arco-íris.
Passamos meses sem nos vermos, inevitavelmente assim que nos reencontramos acabamos nos lençóis, temos uma química surreal no bom sentido.
Nas tuas próprias palavras seríamos péssimos namorados, gostamos demasiado de controlar, personalidades demasiado rebeldes e independentes, como amantes somos fogo e oxigénio, combinação perfeita. Destemidos, aventureiros e acima de tudo sinceros mutuamente, comprometemos-nos a realizar as fantasias eróticas um do outro e, na verdade temos criado momentos mágicos e inesquecíveis.
 
Espero hoje realizar-te outro desejo.

Continuar a lerFantasias a pedido

Coração aberto, mente bloqueada

Podes bloquear a mente
Mas o teu coração não bloqueia
Segue em frente,
Sem querer saber das consequências,
Abraça toda a felicidade
Que lhe bate à porta.
Vive cada batida que 
escorre pelas veias
Faz pulsar cada ponto do teu corpo
entorpece a tua mente,
induz-te a obedece-lo 
E tu, que fazes?…..
Rendeste ao inevitável,
Rendeste ao doce que é amar
Flutuas nas nuvens como se fosse um sonho
A tua mente tenta alertar-te,
dos perigos, dos sinais,
Mas tu, deixas passar tudo ao lado,
porque não queres amar na dúvida,
Queres a certeza de que aquilo 
pelo que estás a passar 
é verdadeiro,
Que podes ser feliz,
bloqueias a mente,
deixas o teu coração comandar
Soltas um sorriso de felicidade,
Sim,
Hoje, Agora
És Feliz!!!!
Lola 2017 #69Letras

Alguém na minha condição

Não adianta, não vale a pena! Não consigo f@der sem fazer amor!

Meu alter ego bem me guia para constantes engates, divertimentos one nigth stand mas meu corpo nega, meu Eu racional abana comigo e diz-me de forma subtil que não é disso que eu preciso.
De que vale uma lap dance quando o que eu preciso é de cafuné?
De que me vale uma noite de copos e folia quando o que eu quero mesmo é o sofá e Netflix com ela?
De que me vale despir o corpo quando não consigo despir a alma?
Nem todos sabem Amar e muito menos sabem f@der. Numa conversa saiu-me uma frase que agora uso:

“F@der é fastfood, fazer amor f@dendo é gourmet!”

Nunca esta expressão fez tanto sentido! Nunca na vida pensei em concordar tanto comigo!
É qual a causa disto tudo?
O que está por detrás deste dilema que me atormenta de uma forma tão subtil mas causa estragos tão grandes?
Ela. Aquela. Tu.

E esta cabeça de burro pensa de mais, age de menos e congela, não faz o que devia fazer.

Talvez por medo de mexer nos confins do meu coração e da minha mente… Ou medo de mexer com os dela, sabendo eu da sua condição. Estes receios levam-me a Friedrich Nietzsche, neste pensamento adaptado.
“Sou demasiado orgulhoso para acreditar que uma mulher me ame: seria supor que ela sabe quem sou eu. Também não acredito que possa amar alguém: pressuporia que eu achasse uma mulher da minha condição.

© O Vizinho 2017 #69letras

Sala do Presidente

TEXTO ERÓTICO M|18  🔞🔞🔞🔞🔞🔞
Tarde de um Domingo solarento e enfiada em casa. Olho para agenda do telemóvel e começo a passar todos os nomes..
De repente o telemóvel toca e mando um pulo.
Do outro lado da linha, oiço a sua voz grave e grossa, que me fez arrepiar a espinha.
– Olá doce. Que estás a fazer doce? Queres ir dar um passeio?

Continuar a lerSala do Presidente

Será que Te queres em mim assim ?

Será que Te queres em mim assim ?

Não brinco com palavras…,
brinco com letras , faço-as ser o movimento dos meus desejos!
Mas a palavra não !
Essa vale muito e deve ser honrada! Continuar a lerSerá que Te queres em mim assim ?

O que me importa que Te chegue!

Gosto de escutar os olhos que sentem…
sentem as leituras da Alma e as vontades que geram e vivem!
Gosto de risos longos ou curtos , que sejam expontâneos!

Gosto de perder-me e brincar com as palavras …
Gosto quando um Tu me lê e se sente eu!
Mas ainda gosto mais quando um Tu me lê e sente que sou um Eu igual!
…. Raro!! Continuar a lerO que me importa que Te chegue!

Exteriorizações da memória

Confesso que precisei de saber. Precisei de saber se realmente valeria a pena esperar e lutar por ti.
Não foi fácil estar horas deitado no sofá a ouvir aquelas memoriosas músicas do VH1 que me lembravam o quanto inocente e ignorante era eu na Arte da Sedução (sim, seduzir é uma arte, resistir faz parte) e saber que por muitas “cantadas” ou tentativas do tal café não foram suficientes para te convencer a estar mais 15 minutos comigo. Todas as minhas certezas de que afinal eu já saberia seduzir uma mulher caem por terra, desabou aquela máscara confiante e segura de mim. Tu, com ou sem intenção, com ou sem consciência, diminuirias este homem num “gajo” qualquer, criatura esta que nem há pouco bastavam umas palavras para conquistar a atenção da plateia, ou parte dela (é assim que se começa rapazes) e conquistava meio mundo, e que naquele momento nem a ele próprio se convenceu que era capaz de seduzir uma mulher.

Valeria eu a pena para ti? Seria eu o suficiente para ti? Seria eu o ideal para ti? Ou então, serias tu tudo isto para mim? Seriamos apenas uma ilusão, um sonho acordado alimentado pelas tesões partilhadas, ou mesmo única e exclusivamente uma pequena história que acabou no momento que começou?
Eram dúvidas que me atormentavam e não me deixavam avançar sem ter a certeza que nós valeríamos a pena…

Sabes, tudo em cima se tornou obsoleto, deixou de fazer sentido. Agradeço-te por me teres permitido te conhecer, e saber que afinal ainda sei fazer alguém feliz e preenchida. Sabes, ela reapareceu, voltou com aquele sorriso que me encanta e me deixa babado, basta um palavra para me derreter e me deixar com cara de parvo. Quando passas pela vida de alguém deixas sempre rasto e marcas, tu simplesmente não és passageiro. Algo teu fica sempre, nem que seja para preencher temporariamente para que no final ficar o definitivo, nem que seja um definitivo temporário…

© O Vizinho 2017 #69letras