Arquivo de etiquetas: observar

Confissão de um homem

Texto Erótico|M18

Conheci recentemente uma rapariga linda de morrer. Ela tem um dos rostos mais bonitos que já vi, um seios enormes e um rabo grandinho bem assim como eu gosto. Parece uma actriz de cinema… Um corpinho cheiinho o que faz dela uma mulher que desejo.

É domingo e estou sem nada para fazer… Sentando numa esplanada a beira-mar, vasculho no telemóvel o meu Facebook. Uma das minhas conhecidas comentou uma fotografia de uma rapariga linda. Assim que vi a fotografia dela tive de mandar um pedido de amizade. Fiquei com receio que ela não aceitasse… Que raio se passa comigo? Nunca fiquei assim por mulher nenhuma. *Pling* Ela aceitou o meu pedido. Vasculho seu perfil e vejo que é solteira. Todas suas fotografias captam aquela beleza rara… Tenho que meter conversa!

Passamos dias a fio a trocar mensagens… Descobri que com os seus 21 anos é dez anos mais nova que eu, mas nem isso me faz parar de a desejar. Preciso de a possuir o mais rápido possível! Passo o tempo a espera de ouvir um *pling* do meu telemóvel. Trocamos fotografias e mensagens. O clima aquece… Esta mulher está a deixar-me doido! Infelizmente ela mora noutro país… Preciso de a ver! *Pling* É ela! Meu desejo vai se concretizar, finalmente!!! Ela me vem visitar um fim-de-semana. Tenho duas semanas para organizar um hotel e programa para nós. Sei o quanto quer ver o mar por isso reservo um quarto com vista para o mar. Ela vai adorar. Mas que raio? Eu não sou assim. Nunca uma mulher mexeu tanto com a minha cabeça como ela…

É o dia de a ir buscar ao aeroporto. Mando-lhe mensagem a dizer que já estou a caminho mas que apanhei trânsito… Esta merda! Parecem caracóis na estrada. Finalmente avisto-a. Ainda é melhor ao vivo… Uma mulher sensual. Paro o carro e ela vem na minha direção. Saio e cumprimento-a com um Olá deslavado… Pego na mala dela e enfio na bagageira. Mas que raio de comprimento foi este? Consegues melhor! Chego-me ao pé dela, agarro-a e puxo-a contra mim. Um beijo intenso naqueles lábios maravilhosos. Largo-a… Não podemos estar ali mais tempo parados. Entramos e seguimos para um café à beira-mar. Os seus olhos brilham de alegria ao avistar o mar, o que me faz esboçar um sorriso.

Já no café falamos de tudo um pouco… Estou fascinado com a sua beleza. O meu desejo de a possuir aumenta a cada segundo, mas infelizmente ainda não podemos ir para o quarto. Enquanto ela fala, observo a sua boca muito atentamente. Começo a imaginar o seu uso. Concentra-te! O tempo passa e está na hora de ir para o hotel. Fazemos o check-in e subimos num elevador minúsculo para o nosso piso. Consigo cheirar o seu perfume… É um cheiro agradável que me invade as narinas. Entramos no quarto e eu não consigo esperar mais. Preciso de a possuir agora.

Puxo-a para mim e com a minha língua começo a explorar aquela boca que tanto me fascinou. Beijos intensos… Sinto o meu sexo a crescer. Com uma mão nas costas e outra a deslizar pelo seu corpo abaixo sinto o quão molhada ela já esta. Começo a despi-la… Renda! Fico louco. Com movimentos rápidos dispo-lhe o resto da roupa assim como a minha. Encaminho-a para a cama e começo a explorar o resto do seu corpo com a minha língua. Nossos corpos unidos num desejo mútuo e cheios de paixão. Beijo-lhe a boca e deixo-a saborear seu próprio gosto. O suor escorre por nós abaixo e começamos a dar uso a vontade de entrar um no outro e nunca mais dali sair…

Passamos o fim-de-semana famintos um pelo outro na cama suando e amando. O primeiro e único! Ela vai querer mais e eu não sou capaz de lhe dar isso. Não vai poder conhecer-me por completo. O meu lado negro não permite o mostrar. É demasiado para ela. Eu não lhe vou saber dar o amor e essas tretas que ela vai querer. Não acredito nisso, não sei amar.

Mas nunca me vou esquecer deste tempo com esta mulher que certamente irei desejar até ao fim da minha vida…

Peregrinus #69Letras

…tudo isto são saudades dos teus abraços.

12705685_1658630764382654_6888836883827720754_n

 

Gosto da chuva
como podia não gostar,
faz parte dos meus fetiches
e põe-me a imaginar…
São dias perfeitos
para empernar!
Tarde a observar-te
a tocar-te
a deliciar-me
nos teus perfeitos
traços…
porque cruzas os braços?
Se sabes
que tudo isto
é saudades dos teus abraços?

CJah #69Letras

É assim que me trazes de volta a ti

11d2117576b43c2f595f05eff9145614

Fotografia: Via Pinterest

Veloz é o voo da minha mente rumo ao melhor destino de sempre: o meu mundo ilimitado feito de tudo o que eu quiser, a cheirar ao meu aroma favorito e habitado pelas pessoas que mais amo!

As viagens são frequentes e até já viajo no piloto automático, o regresso é que é sempre mais complicado e muitas das vezes abruptamente forçado…mas TU trazes-me à terra numa aterragem incrivelmente suave com esse teu jeito tão certo sem ter precisado dizer seja o que for.
Sabes-me.
Ao teu lado, as insuportáveis perguntas não tem voz:
– Estás aí? – Em que é que estás a pensar? -Estás bem?- o que é que tens?
Nem os teus olhos me fixam como se fosse uma evadida de um sanatório…
Tu olhas e vês-me.
Ouves e escutas-me.
Observas e descobres-me.
Sabes quando ao teu lado deixo o corpo e voo para terras distantes e fantasias que coram e que deste modo automático, me perco, por tudo e por nada.
Sem caricia ou movimento, tocas-me num toque que pousa. A palma da tua mão ferve, não na minha pele, mas abaixo, e tal chama que inflama com o gás, assim sou eu. O gás.
É assim que me trazes de volta a ti. Sem som, sem barulho ou perguntas que me fazem sentir envergonhada por ser assim deste jeito…
Sorrio, aconchego-me mais a ti, encho-te de beijos e beijinhos e fico-me perguntando se estou no meu mundo, ou ali, naquele instante, nos braços dele…

Saí do teu quarto, pisquei-te o olho, e fui-me embora.

 

b9b49ea31ec927b6210bf14a837cc8ba

Fotografia: Via pinterest

Estás deitado na cama com o corpo exausto pela nossa tarde amor. Observas-me enquanto me visto.
Observas-me e eu sei o que observas, e isso faz-me sorrir.
Observas-me e não gostas do que estás a ver, do que estás a sentir, do que está a acontecer, e eu, gosto disso!
Transformei-me para ti, fui tudo o que pediste e agora enquanto te observo vejo no teu olhar o arrependimento.
Levantei-me da cama assim que atingiste o orgasmo, dei-te um beijo de fugida na testa, apanhei as roupas espalhadas pelo quarto e vesti-me ao som da doce vingança audível dentro do meu corpo. Tive de te virar costas, porque servir-te o mesmo prato e ver-te desfeito na cama a observares-me deixou-me bem!
‘Sinto falta como eras antes’ – disseste.
‘Sentes falta de quando eu me enrolava a ti depois de fazermos amor, de ver os meus olhos brilhar sempre que falavas comigo, sentes saudades do meu jeito meigo de te amar e cuidar, sentes falta de estares acima de mim e de me ignorares enquanto dava piruetas para te agradar’. – respondi-te eu em silêncio.
Saí do teu quarto, pisquei-te o olho, e fui-me embora.

 

A Vizinha

Salva-me. Não fiques a assistir.

f057087b73dd6fa7968ad51ad72bf691.jpg

 

Segue-nos no facebook
Se me vires a tentar destruir-me, não fiques a ver, vem, eu quero que venhas. Tu.
Quando me vires a afogar vem salvar-me coloca-me nos teus braços, pousa-me na areia e ensina-me novamente a respirar.
Traz-me paz, novos mundos, novos oceanos, rasga a capa que todos os dias visto, e deita-me nua na tua cama.
Olha-me agora, sem a capa vestida com as luzes acesas e ouve no meu olhar tudo o que escondo do mundo. Não me faças falar, ouve, guarda para ti e abraça-me no final.
Vem até mim. Tu.
Observa-me com atenção quando estiver deitada na tua cama. Lê o meu olhar, sente a paz da minha minha respiração, tudo o que vês, tudo o que em mim gostas é a luz que refletes em mim.
Salva-me. Não fiques a assistir. Salva-me e toma-me nos teus braços.
É tudo o que quero.
Brilhar sob o teu olhar.

Estou a chegar. Prepara-te. Porque esta noite quero-te amar!

1056e6d2f60830175a0e5ff9517a5c16

Gostar de ler? Segue-nos.

Estás em casa? Ótimo, estou a caminho.
Põe a música a tocar, acende as velas, encomenda o jantar, abre a garrafa de vinho e deixa-o abrir-se para o nosso paladar.
Recebe-me de calças de ganga e camisa com os botões desapertados e cabelo desalinhado.
Não percas tempo, despacha-te porque estou a chegar.
Quando chegar, dispenso o ‘olá tudo bem’ ou qualquer outro diálogo.
Quando chegar vou despir-me enquanto a música toca e tu observas-me do sofá. Servirei duas taças de vinho. Uma para ti e outra para mim enquanto brinco com as curvas do meu corpo e desfilo para ti.
Depois, tu vens dançar bem coladinho ao meu corpo já só em lingerie, em cima dos saltos altos do tom que me adoras ver. Vermelho.
Vou fechar os olhos com a cabeça no teu peito, e ali, naquele espaço só o meu corpo estará nas tuas mãos, porque a alma, ela estará algures difundida na melodia que toca no ar…
O toque da campainha vai anunciar o jantar e será mesmo no chão que vamos comer.
Comer o jantar, e devorar a pele um do outro com o olhar. As palavras estão proibidas, podemos por hoje ter o direito de não falar? Só quero quero escutar o som da felicidade no ar…
Estou a chegar.
Prepara-te.
Porque esta noite quero-te amar!

Já descobriste o que é?

9e0f248d452b04f65c734b38eaf2c467

Já descobriste porque os teus olhos me seguem sempre que passo por ti?
Centenas são as vezes que te apanhei estático a observares-me.
Quantas perguntas, curiosidades te passam pela mente? Sim, porque tens um grande ponto de interrogação estampado no rosto.
O que te intriga?
Pára de tentar encontrar respostas no jeito com que mexo no cabelo, sorrio e sou delicada com quem converso. Não leias o meu corpo ele carrega o inverno às costas e vai te confundir…
Tu achas que tenho qualquer coisa, descobre sozinho.