Tinta… faz magia!

Escrita. Assim sou eu. De vezes demasiadas, Outras desaparecidas. Transpiro tinta. Ela percorre o meu corpo, Dança na minha pele. Tinta… faz magia! Seja ela onde for. Escrevo, No meu corpo, sem medos. No papel transcrevo a minha alma até à exaustão. Nua como sou. De história escrita ou vivida. Sou mais que tinta preta….