Arquivo de etiquetas: necessidade

Imagino-te…

Imagino-te… Sonho-te acordada e nas profundezas do meu subconsciente que ainda me surpreende com pensamentos novos de ti…
Prendo-me na incerteza… Será que também tu me imaginas? Nos momentos raros de lazer, nas masturbações antes do sono, nas noites em que te queima a pele e estás longe… Continuar a lerImagino-te…

Esta falta de ti

Todos os dias sinto a tua falta mesmo sabendo que nunca seriam nossos todos os dias…


Seria belo acordar com o sol a bater na minha janela e um dos teus beijos no meu pescoço, saberia a céu os banhos juntos, mesmo juntos…

Continuar a lerEsta falta de ti

Não quero uma miúda mas sim uma mulher!

12360244_1634996106746120_52971264696439903_n

 

Não quero uma miúda mas sim uma mulher!

Eu não quero uma miúda de atributos mas sim uma mulher que sabe o que quer,
é respeitada na street, na cama uma puta sem preconceito.
Mulher de pulso firme com a inteligencia como a sua maior qualidade.
Mulher que não mete tempo mas sim intensidade,
unica na verdade.
Parece quase mito na realidade,
carinha de anjo um corpo sem maldade
elegante de vaidade.
Imagino o teu corpo nu…
não é necessidade mas sim
saudade.

CJah

Vontade ou necessidade

12235037_1626628840916180_7339037072684283311_n

 

O sonho… Vontade ou necessidade
Alguém que faça de tudo para saciar esta vontade necessária que tenho de sorrir
É um sonho… Mas eu não sonho e por isso quero que o sonho volte a viver para matar de vez esta necessidade…

~PensamentosDeAlexandra

Não tenho pressa de chegar ao fim.

Aqui, te confesso que seduziste a minha pele e deste um novo despertar ao meu corpo.

 

Sim, ele aclama pelo teu corpo, despido, no meu.
Aquela noite que subtilmente lançávamos ao vento o desejo de acontecer, teve, finalmente direito ao primeiro episódio.
Sei que tu, estejas onde estiveres, estejas a fazer o que quer que seja, estás a inventar os episódios que se seguem assim como eu… Mas sabes? Não tenho pressa de chegar ao fim.
Duas almas como as nossas necessitam de degustar o s3xo em toda a sua dimensão.
Vou descortinar, contrariar, confundir e dominar os teus cinco sentidos.
Iniciámos esta viagem que só irá terminar quando os nossos corpos se incendiarem pela fricção da nossa química enquanto saciamos o desejo carnal da mente e da alma.

 

 

Até lá… Exploramos….

Para já … Quero ver-te de novo.

 

Cátia Teixeira, Vizinha 69Letras® 2013