Confissão

Para Leitores M18 Olá sou a Lena, tenho 32 anos e tenho algo a confessar. Matei um homem. Sim, leste bem, matei-o. Mas foi em defesa pessoal. Apesar de não ser minha culpa, nunca falei com ninguém sobre isto. Faz hoje um ano. Estou no Facebook a ver o meu feed, quando recebo uma mensagem de um Homem bem atraente….

PODERÁ!

Poderá a Eternidade durar um minuto… Poderá um minuto ser Eterno… Poderei eu contigo estar no Paraíso… E sem ti, descer ao Inferno… Poderá haver vida… Nas horas que não estou contigo… Se é só nos teus braços… Que eu me sinto vivo… Poderei Amar-te Eternamente… Se Eterno eu puder ser… Mas se não for…

A cada dia perde-se mais um pedaço…

Parece que trago o mar prisioneiro dentro de mim e que esta pele já não o consegue conter por muito mais tempo. Às vezes, não sei se o liberte ou se luto contra ele… Abrir as comportas para ele sossegar é libertar-me da dor de te ter perdido. Mas aliviar esta dor, é afastar-te de…

O corpo já nem responde é como se não fosse meu.

Bem nunca estou quando não me sinto completo, bem nunca me sinto se não te tenho por perto. Quero sentir a tua fragrância o teu cheiro misturado no meu, só não vê quem não quer o sentimento que ainda não morreu. Admito de corpo e alma que sou teu O corpo já nem responde é…

Lista de Schindler

Fotografia: Via Pinterest Violinos na parede, um piano ao fundo da sala sob o foco de um candeeiro e partituras espalhadas pelos móveis… – Mas tu tocas, ou é só decoração? – Senta-te. Já volto. Ele entra na sala de violino na mão, senta-se ao meu lado. Falou-me de quando a música entrou na sua…

Tu confundes-me e consomes-me.

Corada, quente e insaciável é assim que estou. Estás tão presente no meu corpo que quase que posso jurar que o teu toque é real. Peço que te vás embora. Vai! Tu confundes-me e consomes-me. Temo que nunca mais me irei encontrar, e acabarei por morrer sozinha, com saudades de mim e do teu corpo….