Perfume…

Hoje não sou eu… Também tenho os meus momentos de insanidade controlada que me descontrola.

Continue reading …

Vendo-te, prendo-te e liberto-te…

Vendo-te, prendo-te e liberto-te… Deixo que a ansiedade da privação dos sentidos se apodere da tua mente e do teu corpo… Não me vês, mas sentes-me, posso ser eu como sou, fazer o que me[…]

Continue reading …

Fogo!

Hoje sou carne… Sou fogo que te queima…

Continue reading …

Reino em ti como reinas em mim…

O meu reino é a tua Alma e o teu corpo… Os teus traços felinos são enaltecidos pela luz da Lua, em contraste com a escuridão que te abraça a Alma, numa dualidade de sentidos[…]

Continue reading …

Hoje é o dia?

Um dia vais ser meu! Amanheço lentamente, ao som do bulício de uma cidade que desperta cheia de oportunidades e desejos, e não consigo deixar de te pensar. Perco-me na criatividade dos teus passos nus[…]

Continue reading …

Deixa-me…

Deixa-me conhecer esse teu eu oculto que se estranha, que em mim lentamente se entranha, por ser tão à minha medida, deixando-me tão rendida, ao desejo de querer saber mais, de como te despertar todos[…]

Continue reading …

Caçador ou presa?

Ela é pura magia, de pele branca e luzidia, beleza imaculada, numa tela de tantos sentires pintada, corre-lhe no sangue o bem, na Alma o melhor que tem, transmite no olhar a candura, da sua[…]

Continue reading …