Arquivo de etiquetas: miss kitty

Gosto…

Gosto…
Gosto do poder que tens sobre mim, do que me fazes sentir sem saberes, e rendo-me, sim, rendo-me a esse poder inexplicavelmente, não porque quero, mas porque me cativa e é completamente incontrolável. Continuar a lerGosto…

Correntes…

01e332a0804788f65b9750aa33cc17d8

Correntes…

Tenho a vida presa por correntes, vivo suspensa nelas, as correntes cheias de pesados elos com que a vida me foi amarrando e enleando sem que eu me apercebesse.

Cada elo foi criado por cada erro, cada má escolha, cada momento, e cada lembrança boa que guardo do tempo que já vivi.

Queria conseguir cortá-las, eliminar todos os elos que ficaram de dores do passado, mas sem elas desmorono-me, porque a vida é mesmo isso, o bom e o mau e tudo nos serve para crescermos e evoluirmos.

E é nesta prisão de correntes que me amarram que tento encontrar conforto, construindo cada elo da melhor maneira possível para amenizar os restantes.

São correntes, que me prendem, por vezes me sufocam mas que me sustêm a vida.

Miss Kitty #69Letras

Inexplicável…

853a24a791603633197db62b6806fa51

Inexplicável…

Este amor que te tenho é inexplicável. É directamente proporcional ao tamanho da frase que eventualmente o descreve, ou de uma poesia inacabada que teima constantemente em achar a rima perfeita enquanto é vivido.

É incondicional, verdadeiro, simples, impossível descrever numa qualquer frase que limite o seu tamanho, carregada de verbos, adjectivos e sinestesias que lhe baralham os sentidos, tendo impreterivelmente que terminar com reticências que deixam em aberto um futuro desconhecido. E como frase, tem também os parêntesis que se vão cruzando por vezes no seu caminho, duvidas, ciúmes, e coisas do destino, que teimam em pô-lo à prova mas que acabam por torna-lo tão mais forte.

É um amor poesia que se vai construindo com palavras que fazemos rimar com sentido, por tão sentidas serem. É uma poesia inacabada em que enaltecemos os corpos e as almas e revelamos desejos de seres que se amam, se sentem, embora distantes mas que rimam tão bem entre si com a facilidade assustadora de saberem sempre escolher as palavras certas.

E é por tudo isto que já deixei de tentar explicar por palavras este amor, não serão as palavras que o vão explicar, somo nós ao vive-lo e senti-lo em todos os pequenos gestos que por mais simples que sejam nos fazem amar.

Daí a única coisa deste amor que poderá ser traduzida em palavras será a sua história, pois por mais que queiramos este e qualquer amor serão sempre inexplicáveis.

Miss Kitty #69Letras

Conversa Improvável…

b6cf223a58712f8e8fa63cfe78660baa

 

Porque viver tem que ser desafiante, é preciso que nossos anjos e demónios sejam despertos, e com eles a sua raiva, o seu orgulho, a sua indiferença ou a sua adoração, ou tudo o que faz a vida ser completa.

É quando os anjos e demónios se cruzam sem querer e travam batalhas impensáveis e inesperadas, que o improvável acontece, um diálogo carregado de vontades e contra-sensos, desafiando o mais íntimo do ser…

-Anjo porque és tão doce se sabes que todos a pisam, desvalorizam e usam quando precisam esquecendo-a depois, por ela ser assim doce não sabendo dizer que não e pondo sempre a felicidade dos outros à frente da sua coisa que só lhe trás tristeza, decepções e feridas que deixam marcas para sempre?

-Oh Demónio, esta é a sua natureza. Simples, meiga e uma eterna apaixonada, não há muito que possa fazer, aliás acho que ela até é feliz assim.

-Como pode ser ela feliz Anjo? Se só vive para os outros e se anula, não tem prazer, não comete loucuras e nunca consegue que a amem por inteiro, só os pedaços que vai perdendo com essa triste vida.

-Estás-me a tentar Demónio, em parte tens toda a razão, admito que tanta doçura enjoa e acabará por nunca se sentir inteira. Que sugeres que façamos?

-Complementamos o bem e o mal, unimo-nos e fazemos uma trégua, tu dás luz ao meu Inferno negro e eu aqueço o teu Paraíso frio.

-Assim seja Demónio, ela será boa mas sem ser um anjo, e terá o seu lado de pecadora mas sem ser um demónio, esses dois lados vão viver em harmonia simplesmente para o bem dela.

E num acto impulsivo e irreflectido uniram-se os dois num beijo, que revolveu o Céu e o Inferno. Foi quando ela se permitiu a viver por ela e para ela, desfrutar a vida e os seus prazeres, pensando sempre primeiro em si do que nos outros e permitiu-se ser feliz.

 

Miss Kitty #69Letras

Falta-me…

13567271_1718584998387230_3441706339717662939_n

Falta-me…

Falta-me o teu olhar transparente que me enfeitiça…

Falta-me o teu cheiro que teimosamente tento imaginar…

Falta-me o teu gosto que imagino suave e doce…

Falta-me a tua pele, pele que nunca toquei mas sinto…

Falta-me o teu toque, esse que nunca tive e teimo em sentir…

Falta-me a tua boca e o beijo há tanto prometido…

Falta-me o teu corpo, entrelaçado no meu…

Falta-me tudo num nada que tenho teu…

Faltas-me…

Miss Kitty #69Letras

Posso…

13457732_10208313710819335_2067141671_n

 

Posso ser simples mas por vezes tão confusa…

Posso gostar de simplicidade e não de ostentação e luxos…

Posso ter qualidades e defeitos como qualquer comum mortal…

Posso ser forte de tão frágil que sou…

Posso ser uma brisa ou virar furacão…

Posso ser doce como mel ou acre como fel…

Posso gostar de ser o motivo do sorriso de alguém…

Posso amar e ser amada porque me permito a isso…

Posso fazer amor com intensidade ou sexo por prazer…

Posso ser Anjo que nas mãos certas vira Demónio…

Posso ser clara como o dia ou negra como a noite…

Posso ser tanta coisa mais, porque quero, porque posso e porque sou eu quem decide…

Sou eu…

Simplesmente porque posso!

 

Miss Kitty

Wolf

13230089_1697883507124046_1249485590268816702_n

Há dias que só me apetece sentir, não sei bem o quê nem porquê, mas sentir… Sentir-me qualquer coisa, sentir-me viva… E sentir-te… É isso que mais quero, agora que sei como és, sentir-te…
É nesses dias que este meu lado negro se revela, se evidencia… Este meu lado que conheces tão bem e que despertaste em mim por seres como és, igual a mim, e que se encontrava escondido de tudo e todos… Esse lado de fêmea com o cio que quer desfrutar dos prazeres mais insanos e intensos que ainda não conhece mas que mexem tanto com ela…
Esse lado que também tens, conheço bem e que amo por ser tão devasso, tão sentido… O lado que faz de ti o meu lobo e eu tua presa, a tua fêmea acima de todas as outras, ao qual me rendo, me submeto, numa submissão consentida onde não há regras para atingir o prazer…
É nessa altura, em que os nossos anjos e demónios andam em guerra e o lado mais negro vence, que me reclamas como tua, que nos possuímos como loucos, sem pudores nem limites, pois o único limite é o prazer.
Esse prazer que não conseguimos negar, de dois lados escuros que se completam de forma carnal, animal, de lobo quando sente o cheiro da presa, mas ao mesmo tempo tão terno, instintivo e protector da sua fêmea, que me deixa á tua mercê, rendida. E nessa tua caça, neste jogo de sedução, a que me entrego, deixo de ser eu como me mostro e passo a ser eu como sou, como só tu me conheces, e sabes satisfazer.
Deixo-te usar os teus instintos, sentires-me poro a poro, cheiro a cheiro, gosto a gosto. Abro-me para ti, deixo-te provares-me e provocares-me até não suportar, e como só tu sabes fazer, fodes-me com a língua enquanto me tocas até me vir vezes sem conta e te deixar saciado do meu néctar que sorves avidamente.
E entre carícias e beijos, estás tão pronto quanto eu, tão duro e ansioso, que comprovo e reforço sentindo o teu gosto salgado na minha boca até quase não aguentares e prontamente entrares dentro de mim, lentamente, para me dares o prazer de te ver possuíres-me, desapareceres em mim, e fazer parte de ti.
Com movimentos descompassados e urgentes, tocas-me fundo e peço mais, quero tudo de ti, por desejo, por instinto, por amor, e não é preciso muito para explodirmos num orgasmo assombroso, quando os nossos lados escuros e sombrios se fundem num só, e com o poder do prazer se conseguem iluminar.
E cada vez que nos saciamos tornamo-nos um pouco menos sombrios…

© Miss Kitty 2016 #69Letras